26/12/2016 - 13h12min - Atualizado em 26/12/2016 - 13h12min

​Na terra do prefeito mequetrefe o Natal é escuro e triste

Gessi Taborda 

getaco@gmail.com

 

FILOSOFANDO

Minha concepção do Natal, seja ela à moda antiga ou mais moderna, é algo bastante simples: amar uns aos outros. Mas, pense comigo, por que nós temos que esperar pelo Natal para agir assim?” BOB HOPE (1903/2003), era o nome artístico de Leslie Townes Hope, que nasceu em Londres, Inglaterra, mas acabou se tornando um dos maiores comediantes dos Estados Unidos, onde foi criado. Fez dupla com Bing Crosby e foi o mais emblemático apresentador do premio Oscar.

 

FANTASIA INESQUECÍVEL

Nessa data não tem como, no meu caso, deixar de lado as reminiscências.

Como se esquecer dos meus tempos de criança, quando o meu saudoso pai Antônio Taborda Neto – certamente combinado com minha mãe – me levava para o quintal onde, com sorte, eu poderia ver no céu estrelado o Papai Noel na sua carruagem puxada por renas da Groelândia.

Da Groelândia? Para o seu “Toninho”, sim (hoje acho que meu pai não tinha muita certeza de que o bom velhinho vinha era da Lapônia).

Tudo isso para dar tempo à também saudosa minha mãe, dona Lael, de colocar os presentes no pé da árvore de natal, como se ali tivesse ido parar pela mágica do Papai Noel, figura em que eu na minha inocência infantil acreditava de verdade.

Como era gostoso comemorar a data em que a família – com parentes que vinham de longe – e alguns vizinhos convidados se reuniam para uma mesa farta, decorada com coisas brilhantes, numa ceia em que não faltavam cantigas e até orações.

 

CIDADE FEIA

Tudo isso ficou no passado distante. Hoje, sem meus pais e com cada filho vivendo com suas próprias famílias, praticamente não se comemora mais o natal em nossa casa. A mulher, dra. Conceição Mesquita Taborda, deixou de lado os penduricalhos do Natal e nem árvore cheia de luzes e enfeites existe mais. Nossos pais vivem na eternidade, nossos parentes já não aparecem com a frequência de antigamente. O Natal não é mais o antigo cenário de alegria e brilho. Até parece que a gente já nem liga.

 

NA CIDADE SEM BRILHO

A própria cidade onde nós vivemos, essa Porto Velho querida, perdeu a beleza especial das antigas festas natalinas. Vítima de um prefeito mequetrefe a cidade está escura, sem brilho, sem a tradicional decoração. O prefeito de malas prontas para certamente gozar a “dolce vita” que o cargo proporcionou à chamada “Turma do Quibe” fechou de forma inquestionável sua biografia de político de baixo clero deixando a cidade nessa situação de vergonha, para vingar a derrota acachapante sofrida nas eleições.

 

REAÇÃO DESVAIRADA

E assim, aqui estamos na única capital de estado do país onde a malfadada incompetência de um prefeitim mequetrefe anulou a cara natalina da cidade.

Criou tamanha decepção no povo e especialmente entre jovens desvairados a ponto de dois desses desequilibrados irem a Ji-Paraná tentar apagar o Natal daquela que é a segunda mais importante cidade rondoniense, incendiando seu Papai Noel gigante.

Estão presos e devem estar imaginando, agora, que o mais racional seria demonstrar suas iras diante da casa do lamentável prefeito (por mais uns dias) Mauro Nazif.

 

TRISTEZA

O embusteiro Mauro Nazif não compreendeu muitas coisas em seu papel de homem publico. Inclusive sua responsabilidade como burgomestre diante da data de 25 de Dezembro, que deve ser tratadas por quem é cristão como a data da maior importância de todos os tempos.

Afinal, trata-se da data do nascimento de Jesus. E graças à sua irresponsabilidade que não deve ser nunca mais esquecida pelos moradores de Rondônia, a indelével tristeza paira no ar da capital dos rondonienses.

Uma tristeza talvez maior do que essa sentida por todos nós que sofremos com a perda irreparável de entes queridos, sem os quais não vemos mais sentido em comemorarmos como antigamente esse dia tão especial.

 

INIMIGO DOS SONHOS

Se por enquanto a cidade rasga sua vestimenta enriquecida pela decoração natalina, nós pelo menos nos confortamos com as ausências dos parentes e amigos que se foram ao acreditarmos que a vida é eterna, e que eles na verdade apenas passaram desse plano para um melhor.

A vida existirá enquanto houver sonhos de enlevo. E se há agora menos sonhos edulcorados pela magia do Natal, debite-se isso na conta desse prefeito que vai certamente cair, dentro de poucos anos, no ostracismo dos cidadãos-contribuintes-eleitores.

 

O PRESENTE

Mas há perspectivas de que nem tudo está perdido. Temos, como um presente de Natal, um pacote de esperança pronto para ser desembrulhado. Trata-se do novo prefeito, Hildon Chaves, tomando posse no primeiro dia de 2017. Ele – até pelas circunstâncias de sua vitória – pode mudar a visão dessa cidade tão abandonada nos últimos anos pelos últimos prefeitos, dando-nos um novo sentido de esperança.

Em décadas, Hildon poderá ser o prefeito que deixará de lado o egoísmo personalista para abraçar de verdade Porto Velho. Poderá ensinar com seus exemplos pessoais o amor ao próximo, não essa prática de só amar quem está próximo do poder, de sua tenda partidária.

 

SEM VIRAR FUMAÇA

Que seja o melhor presente recebido pela cidade após mais de um centenário de vida. Que seja o timoneiro capaz de compreender os anseios da maioria. Que ele tenha como prática o desapego, a solidariedade, a caridade, a determinação de fazer a cidade crescer em cultura, em saúde, em educação e segurança, em empregos, em felicidade para todos nós.

E assim certamente a cidade e seu povo não viverão mais esse Natal descolorido de hoje. Sinceramente isso é o que almejamos como o grande presente: ter pela primeira vez – de forma concreta – um prefeito que não deixe as promessas feitas durante a campanha dissolver-se no ar como fumaça.

 

DESEJOS

Queremos uma Porto Velho bonita, capaz de comemorar natais com alma, com alegria, com solidariedade, com amor e com uma população orgulhosa do lugar onde vive. Então, desejando os melhores augúrios ao prefeito Hildon e seu vice Edgard e a todos os leitores, ficamos ainda revestidos da esperança de que o sacrifício feito para eleger os novos timoneiros de Porto Velho não tenha sido em vão.

Leia também:

comentários

COMENTÁRIOS


Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook

publicidade
GERAL | matéria escrita em 23/02/2017 ás 17:02:00

Semtran interdita as ruas neste sábado para o desfile da Banda do Vai Quem Quer

A partir das 12h a interdição será total por parte da Secretaria Municipal de Trânsito (Semtran).

POLíTICA | matéria escrita em 23/02/2017 ás 17:00:00

Morte do ex-vereador Abelardo Townes de Castro

Filho de família tradicional e pioneira da região,  Aberlado Castro foi fundador  e um batalhador incansável pela construção e fortalecimento  do PMDB em Rondônia.

GERAL | matéria escrita em 23/02/2017 ás 14:29:00

Porto Velho tem o pior índice de abastecimento de água e tratamento de esgoto entre as capitais do Brasil, segundo estudo

Com 48 anos de atuação, a Companhia de Água e Esgotos de Rondônia CAERD está longe de resolver a questão do abastecimento de água e da falta de saneamento básico na capital e no Estado .

POLíTICA | matéria escrita em 23/02/2017 ás 11:38:00

Justiça Eleitoral nega pedido de cassação da Prefeita Juliana Roque, de Pimenta Bueno

A batalha em Pimenta ainda continua, pois há outros três processos também propostos pelo Ministério Público contra a Prefeita, mas até o momento o placar está favorável a ela.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 23/02/2017 ás 11:23:00

MPF/RO processa Hidrelétrica de Jirau, BNDES e Ibama por danos em Mutum-Paraná

Órgão pede repasse de 600 casas à prefeitura, além de cancelamento e suspensão de novas licenças.

GERAL | matéria escrita em 23/02/2017 ás 11:21:00

Eleições para nova diretoria do SINDSEF ocorrem hoje em todo o Estado

A eleição segue até às 18 horas, com urnas fixas na Sede Administrativa do sindicato em Porto Velho, nas 20 coordenações municipais e nos órgãos federais

GERAL | matéria escrita em 23/02/2017 ás 10:18:00

Principal agência do Banco do Brasil fecha as portas para a população da capital

Com isso, a agência, que é a maior do Estado, vai atender somente contas de pessoas jurídicas, e "expulsar" aproximadamente 18 mil clientes para as agências da periferia da Capital.

GERAL | matéria escrita em 23/02/2017 ás 10:13:00

Carnaval: Eletrobras não terá expediente nos dias 27/2 e 1/3

O atendimento pelo Call Center 0800 647 0120 da distribuidora estará funcionando normalmente.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 23/02/2017 ás 10:11:00

Justiça determina prefeito a devolver gratificações a servidores

Justiça determinou o restabelecimento dos pagamentos aos servidores de 100% de horas extras, referentes aos meses de novembro e dezembro de 2015 e de janeiro de 2016, assim como o retorno ao contracheque das gratificações...

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 23/02/2017 ás 08:56:00

Missa de 7º Dia do Desembargador Cássio Sbarzi Guedes

A missa será no dia 25 de fevereiro, às 9h, na Catedral Sagrado Coração de Jesus, Praça Pe. João Nicoletti, Rua Dom Pedro II, 825, Centro de Porto Velho.

GERAL | matéria escrita em 23/02/2017 ás 08:54:00

DESBARRANCAMENTO - Prefeitura vai apresentar estudos sobre riscos nas margens do Rio Madeira

Relatório demonstrará viabilidade ou não de empreendimentos e quais intervenções necessárias.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 23/02/2017 ás 08:50:00

Prazo para técnicos administrativos do ex-Território se habilitarem no processo nº 2039/1989 encerra hoje, 23/2

A Justiça divulgou dois links com as listas de servidores. A primeira lista traz os nomes dos Técnicos já habilitados no processo, indicados originalmente pelo SINTERO e pela UNIÃO...

POLíTICA | matéria escrita em 23/02/2017 ás 08:43:00

Anderson do Singeperon denuncia corregedor e secretário da Sejus por improbidade administrativa

Segundo o parlamentar, folha de ponto foi assinada pelo corregedor, enquanto servidora passeava nos EUA.

POLíTICA | matéria escrita em 23/02/2017 ás 08:40:00

Privatização da Caerd não garante solução para saneamento da capital

Gessi Taborda

POLíTICA | matéria escrita em 23/02/2017 ás 08:33:00

Ivo Cassol critica reportagem da TV Globo sobre a Fosfoetanolamina

O parlamentar disse que o médico Dráuzio Varella, um dos críticos da venda da fosfoetanolamina , é sócio-administrador da DNF - Clínica e Pesquisa Ltda. E que, portanto, não tem interesse na cura barata da doença.

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2016 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com