25/10/2016 - 10h09min - Atualizado em 25/10/2016 - 10h09min

Apadrinhando uma história completa 2 anos de projeto com comemoração

As crianças que estão nos abrigos de Porto Velho tiveram uma tarde de recreação no lar do bebê.

 

apadrin2anos2

Anderson apadrinha uma criança de 10 anos de idade, que está no abrigo Cosme e Damião. Todos os dias, quando sai do trabalho, passa na unidade de acolhimento para ver como o menino está. Aos finais de semana, o leva para casa, passeia, assiste TV... Quando é preciso, leva ao dentista. As aulas de reforço, pagas pelo padrinho, garantiu ao menino a alfabetização. "Apesar de estar no terceiro ano, verifiquei que ele não sabia ler", constatou perplexo.

apadrin2anosTanto padrinho quando apadrinhado, segundo os profissionais das unidades, ganham com essa relação. Hoje Anderson, por visitar o abrigo periodicamente, acaba conhecendo todas as crianças, e proporcionando atenção e carinho a elas. Por outro lado, recebe delas muito amor. "Eu aprendo cada dia mais", reconhece o padrinho da modalidade afetiva. Além dessa modalidade, há ainda mais duas: provedor e prestador de serviço.

O programa completou 2 anos e, para ressaltar esse marco importante do projeto que proporciona experiências e referências socioafetivas a crianças e adolescentes em situação de acolhimento, os parceiros - Secretaria de Ação Social do Município, Tribunal de Justiça e Ministério Público - fizeram uma comemoração reunindo crianças/adolescentes, profissionais e padrinhos na unidade Lar do Bebê, em Porto Velho.

apadrin2anos3A tarde de recreação foi no domingo, 23 de outubro, e teve como objetivo integrar a sociedade civil ao público beneficiário do projeto por meio do apadrinhamento. Várias atividades foram desenvolvidas como brincadeiras, sessão de fotos e um lanche especial.

Para a adolescente de 17 anos, o projeto trouxe uma oportunidade de convivência com pessoas fora do abrigo. "É difícil não ter ninguém para conversar. Com minha madrinha, posso desabafar, pedir opinião. É muito bom", explica.

apadrin2anos5Em 2016 o "Apadrinhando uma história conta com 40 padrinhos afetivos, 12 provedores (que financiam alguma atividade ou mesada para as crianças) e 30 prestadores de serviço (psicólogos, assistentes sociais ou qualquer outro profissional que queira proporcionar algum benefício à criança, oferecendo o próprio trabalho).

Entre os bons resultados obtidos com o projeto é o desenvolvimento da autoestima em crianças e adolescentes, já que se tornam mais seguras em seus relacionamentos sociais e afetivos.

Assessoria de Comunicação Institucional

Leia também:

comentários

COMENTÁRIOS


Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook

publicidade
RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 24/01/2017 ás 11:36:00

Professor acusado de pedofilia tem liminar negada

Um professor de informática acusado de prática de pedofilia contra aluno de 13 anos deve continuar preso preventivamente.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 24/01/2017 ás 11:34:00

Valor do DPVAT será descontado de indenização a idosa que se acidentou em ônibus

O juiz de primeira instância julgou improcedente o pedido de indenização.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 24/01/2017 ás 11:32:00

Defensor público só pode ser designado após esgotamento de tentativas de localizar acusado

A presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministra Laurita Vaz, deferiu pedido de liminar para determinar a realização de diligências para localizar uma mulher acusada de cometer crimes de injúria e difamação.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 24/01/2017 ás 11:31:00

Furto de celular em hospital não gera dano moral

O furto de aparelho celular do paciente no interior do hospital onde estava internado não é suficiente para gerar dano moral.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 24/01/2017 ás 11:25:00

Presidente do TJRO apresenta relatório de atividades da presidência no ano de 2016

A maioria das propostas do Plano de Gestão do Biênio 2016-2017 foi cumprida e as demais estão em andamento.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 24/01/2017 ás 10:45:00

Justiça Federal atende OAB e determina aplicação correta de recursos dos fundos de telecomunicações

O processo contra a União e a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) foi apresentado por provocação do presidente nacional da Ordem, Claudio Lamachia.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 23/01/2017 ás 15:34:00

Santo Antônio Energia deve pagar auxílio às famílias do assentamento Joana D\

Recomendação do MPF/RO e MP/RO aponta que a proliferação do mosquito Mansonia tem prejudicado a saúde, o trabalho, o lazer e a qualidade de vida dos moradores do Joana D'Arc I, II e III.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 23/01/2017 ás 15:33:00

MPF/RO consegue sentença favorável em ação contra Unir

Universidade terá que cumprir medidas que garantam a imparcialidade na correção das provas .

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 23/01/2017 ás 12:20:00

Justiça Rápida faz triagens em Itapuã e Triunfo no mês de fevereiro

De 21 a 24 de fevereiro, a população da região de Itapuã do Oeste e do distrito de Triunfo, em Candeias do Jamari...

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 23/01/2017 ás 12:16:00

Comissão Permanente avalia documentos do Poder Judiciário de Rondônia

O Poder Judiciário de Rondônia iniciou a implementação da política de gestão documental.

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2016 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com