28/12/2016 - 12h34min - Atualizado em 28/12/2016 - 12h34min

Com liberação de preços, cada lojista pode decidir se concede desconto à vista

Quem pagar à vista pode receber desconto, mas a decisão vai ser de cada lojista.

 

Brasília

Andreia Verdélio* – Repórter da Agência Brasil

 

Com a liberação para cobrar preços diferentes de acordo com a forma de pagamento, conceder desconto quem comprar à vista vai depender de cada lojista e da necessidade financeira do seu comércio. A afirmação é do presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas do Distrito Federal, Álvaro Silveira Júnior, ao comentar a Medida Provisória (MP) 764, publicada ontem (27) no Diário Oficial da União, que autoriza a diferenciação de preços. 

Dinheiro

Quem pagar à vista pode receber desconto, mas a decisão vai ser de cada lojistaMarcello Casal/Agência Brasil

Para Silveira, essa possibilidade é um benefício para o consumidor e vai dar a liberdade de poder pagar mais barato sem arcar com as taxas de cartão de crédito, que giram em torno de 5% . Segundo ele, os lojistas já estabeleciam preços que comportavam essa margem. “Quem pagava à vista não tinha nenhum benefício”, disse. “Agora vai ter dois preços: à vista e para quem pagar à prazo”.

A MP, entretanto, não obriga os lojistas a concederem o desconto e, segundo Silveira, os valores vão depender de cada lojista. Caso ele precise de fluxo de caixa, por exemplo, pode conceder mais descontos à vista; mas também há aqueles segmentos que são mais sensíveis, como farmácias e postos de combustíveis, que já têm uma margem pequena de lucro.

Apesar de proibido pela regulamentação anterior, o desconto nos pagamentos à vista ou em dinheiro em espécie já vinha sendo praticado no comércio varejista, que tem liberdade de preços, e segundo declarações do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, a MP publicada ontem vem somente “regular” tal prática. O objetivo da medida é estimular a competição entre os diversos meios de pagamento e reduzir os juros do cartão de crédito.

Para a Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços, a MP oferece mais uma opção de pagamento ao consumidor, que definirá a melhor escolha de acordo com suas necessidades. “A Abecs acredita que o meio eletrônico de pagamento continua sendo a melhor opção, pois gera mais conveniência, praticidade e segurança para o consumidor e também para o comerciante, que elimina os custos com inadimplência e manuseio de dinheiro e cheque”, informou, em nota.

Segundo Silveira, a segurança é uma preocupação, mas os lojistas já usam meios para evitar prejuízo com assaltos, como fazer depósitos frequentes do dinheiro em caixa.

Para a Proteste, entidade de defesa do consumidor, a medida de diferenciação de preços é “abusiva”. “Ao aderir a um cartão de crédito, o consumidor já paga anuidade ou tem custos com outras tarifas e paga juros quando entra no rotativo. Por isso, não tem por que pagar mais para utilizá-lo”, informou, em nota. A associação recomenda ao consumidor que não adquira bens e serviços em empresas que adotarem a prática.

Um dos principais temores é que se torne comum embutir os custos do cartão já no preço anunciado dos produtos. Dessa maneira, ao conceder o desconto à vista, o comerciante estaria na verdade cobrando o que seria o preço normal.

A medida faz parte de um pacote de medidas microeconômicas anunciadas pelo governo na semana passada para estimular a economia, que passa por um período de forte recessão.

*Colaborou Felipe Pontes

Leia também:

comentários

COMENTÁRIOS


Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook

publicidade
GERAL | matéria escrita em 22/02/2017 ás 11:13:00

Após tentativa de censura a livros didáticos, prefeito e vereadores de Ariquemes são processados

Censuraram livros e estimularam a homofobia: Município de Ariquemes, o prefeito Thiago Flores e sete vereadores estão sendo processados pelo Ministério Público Federal (MPF) e Estadual (MP/RO) em uma ação civil pública.

POLíTICA | matéria escrita em 22/02/2017 ás 10:17:00

Dr Hildon Chaves diz que principal legado que deixará é gestão eficiente

Prefeito diz que encontrou estrutura organizacional "subsaariana" na prefeitura.

GERAL | matéria escrita em 22/02/2017 ás 10:12:00

Programa para fazer declaração do IR estará disponível nesta quinta-feira

A declaração é obrigatória para quem recebeu rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.559,70; quem recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$ 40 mil...

GERAL | matéria escrita em 22/02/2017 ás 10:11:00

Receita pedirá e-mail e número de celular na declaração de IR deste ano

A partir das 9h de amanhã (23), o programa de geração da declaração já poderá ser baixado pela internet e o envio será liberado a partir das 8h do dia 2 de março.

POLíTICA | matéria escrita em 22/02/2017 ás 09:34:00

Em Linhas Gerais-Gessi Taborda

Deixaram a cidade na margem do perigoso abismo.

POLíTICA | matéria escrita em 22/02/2017 ás 09:22:00

Câmara tipifica crime de exposição de fotos íntimas na internet

Para o autor do projeto, a Câmara está ajudando a fazer justiça com as mulheres que são violentadas com a divulgação de imagens de sua intimidade.

GERAL | matéria escrita em 22/02/2017 ás 09:19:00

Prefeitos do Cone Sul de Rondônia recebem recomendação do MPF/RO

Órgão orienta novos prefeitos a não cometerem atos ilícitos por inexperiência na gestão municipal.

POLíTICA | matéria escrita em 22/02/2017 ás 09:17:00

Deputado Lúcio Mosquini comemora suspensão da importação de café robusta

A importação de café do Vietnã poderia trazer graves prejuízos aos produttores rondonienses, além dos riscos sanitários.

POLíTICA | matéria escrita em 22/02/2017 ás 08:24:00

Vereador chama deputado estadual de preguiçoso e falastrão

Valdemir Caldas

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 22/02/2017 ás 08:22:00

Para Cármem Lúcia, todos os promovidos por merecimento devem mesmo merecer

Segundo a ministra, nas promoções por merecimento na magistratura brasileira, é preciso reduzir tanto quanto possível o voluntarismo – ou seja, a escolha de magistrados sem fundamento em critérios objetivos.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 22/02/2017 ás 08:20:00

Tribunal admite primeiro incidente de assunção de competência em recurso especial

O relator do recurso, ministro Marco Aurélio Bellizze, propôs a assunção de competência para que o caso seja julgado na Segunda Seção.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 22/02/2017 ás 08:17:00

2ª Turma: Compete à Justiça Federal julgar ação sobre licença-prêmio a juiz do Trabalho

No caso dos autos, um juiz do Trabalho vinculado ao Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região (PR) ajuizou a ação contra a União perante a Justiça Federal e fundamentou seu pedido de licença-prêmio com base na simetria entre a sua carreira...

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 22/02/2017 ás 08:14:00

1ª Turma: ICMS com base reduzida não gera crédito

Segundo o tribunal de origem, está em jogo o regime de tributação favorecido às empresas prestadoras de serviço de transporte consistente na redução da base de cálculo para o percentual de 80%...

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 22/02/2017 ás 08:13:00

2ª Turma rejeita recurso e determina abertura de ação penal contra Gleisi Hoffmann e ex-ministro Paulo Bernardo

A Turma recebeu denúncia em julgamento realizado em setembro do ano passado, a fim de investigar na possível destinação de R$ 1 milhão de origem ilegal para a campanha da senadora em 2010.

POLíTICA | matéria escrita em 22/02/2017 ás 08:05:00

Deputado Cleiton Roque disponibiliza R$ 45 mil para a Asejur

Veículo ajudará a Associação de Jovens e Estudantes Rondônia a acompanhar os jovens aprendizes.

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2016 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com