28/10/2015 - 16h29min - Atualizado em 28/10/2015 - 16h29min

Comunidade indígena poderá receber assistência técnica da Emater-RO

As primeiras palavras sobre a situação local foram ditas pelo cacique Marcelo Cinta Larga que expôs a precariedade e o preconceito pelo qual passa a comunidade indígena.

A Caravana da Esperança, realizada na última sexta (23), foi apenas o primeiro passo para uma diversidade de ações que poderão mudar a triste realidade das comunidades indígenas. Além do governador Confúcio Moura e do vice-governador, Daniel Pereira, uma centena de pessoas saiu em comboio, em direção à Aldeia Roosevelt, na região de Pimenta Bueno, para participar do ato organizado pelo Ministério Público Federal (MPF). Um Termo de Cooperação Técnica a ser firmado entre Fundação Nacional do Índio (Funai) e Emater poderá contribuir para que comunidades indígenas passem a produzir seu próprio alimento.

A Caravana da Esperança, cujo lema é “Conhecer para ajudar”, reuniu parlamentares, secretários de estado, juízes, desembargadores, promotores de justiça, representantes de instituições administrativas e lideranças indígenas para uma luta, nas palavras do procurado da República Reginaldo Trindade, tão difícil, mas tão justa. “Hoje temos a ameaça de conflitos não apenas entre índios e garimpeiros, mas entre os próprios indígenas”, explicou Reginaldo Trindade.

As primeiras palavras sobre a situação local foram ditas pelo cacique Marcelo Cinta Larga que expôs a precariedade e o preconceito pelo qual passa a comunidade indígena. “Não queremos lutar, queremos defender nossos direitos com papel e documento”. O líder João Bravo, um dos caciques mais influentes da região, fez seu pronunciamento em Tupi Mondé, língua nativa dos povos Cinta Larga, e pediu: “Ajudem a comunidade indígena”.

A ajuda que não vem do céu

Segundo relato do procurador Reginaldo Trindade, a história dos Cinta Larga teve origem há cem anos, quando uma expedição levou à aldeia “um ex-presidente norte americano e um dos maiores brasileiros de todos os tempos”, referindo-se a Theodore Roosevelt e ao Marechal Candido Rondon.“A partir de então a paz nunca mais reinou para essa sofrida comunidade. Ela foi quase dizimada na década de 1960, por ocasião das “frentes de pacificação” do governo federal, sob o slogan ‘integrar para não entregar’.”

Depois disso, muitos foram os confrontos entre o homem branco e o índio até que, em abril de 2004 a chacina conhecida como massacre da reserva Roosevelt fez tombar, somente nesse episódio, 29 garimpeiros que entraram nas terras indígenas atrás de diamante. “A situação atual é muito mais grave que era no abril de 2004”, alerta o procurador.

Para tentar reverter essa história e firmar apoio de importantes parceiros na ajuda ao povo Cinta Larga, o Ministério Público Federal tem sensibilizado lideranças políticas na busca de ações que visem alertar o governo federal e seus representantes na adoção de medidas que possam conter a exploração e trazer socorro à comunidade indígena.

Assistência técnica nas terras indígenas

Prestar assistência técnica voltada aos povos indígenas não é novidade para a Emater-RO. Em meados do ano 2.000, os índios das etnias Arara e Gavião, da terra indígena Igarapé Lourdes, no distrito de Nova Colina, em Ji-Paraná, eram assistidos por extensionistas ematerianos na produção de alimentos na aldeia. Em 2011 a comunidade ganhou destaque na produção de grãos comercializando um excedente de mais de dois mil quilos de milho. Naquele mesmo ano 14 aldeias receberam sementes de feijão qualificadas como incentivo à produção de grãos na região, garantindo maior renda para a comunidade indígena.

Essa assistência técnica poderá voltar a ser oferecida às comunidades indígenas, não somente às do Igarapé Lourdes, mas aos povos Cinta Larga, Suruí, Zoró e tantos outros que habitam o território rondoniense. Em seu pronunciamento durante a expedição à Reserva Roosevelt, o governador Confúcio Moura cobrou da Funai resposta à proposta de cooperação emitida pela Emater-RO, em 2004 e que, até o momento, não obteve resposta.

Com o Termo de Cooperação Técnica entre a Funai e a Emater, acrescentando-se a parceria da Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri), os índios que desejarem produzir poderão obter o Diagnóstico de Aptidão ao Pronaf (DAP), documento essencial para financiamento junto às instituições bancárias através das linhas de crédito do Pronaf e comercializar a sua produção através do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). Mas para que tudo isso ocorra e a assistência técnica da Emater-RO volte a ser oferecida é preciso que se dê andamento ao Termo de Cooperação que já se encontra em Brasília, para análise, desde 2014.

O governador alertou ainda, que dentre as reivindicações tem ações que são de competência do governo federal e outras de competência do estado e citou como exemplo a formação de professores indígenas. “Realizamos concurso público para professores indígenas, único no Brasil, e formamos 30 professores índios que estão aqui dentro”, disse, enfatizando que “solidariedade e vontade de servir não é para qualquer um”.

O procurador Reginaldo Trindade encerrou as atividades da expedição convidando todos os parlamentares, com o sem mandato, para assinarem a “Carta dos Parlamentares do Brasil em Apoio à Luta do Povo Cinta Larga”, idealizada pelo MPF e pelo grupo Cinta Larga: Amigos em Movimento pelo Resgate (Clamor), que cobra do governo federal, em especial da Funai nacional, apoio para os projetos de sustentabilidade, acesso à educação e à saúde nas aldeias, entre outros.

Texto e fotos: Wania Ressutti

Leia também:

comentários

COMENTÁRIOS


Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook

publicidade
POLíTICA | matéria escrita em 20/01/2017 ás 10:41:00

Jesuíno Boabaid recebe denúncias de precariedade no 5º BPM

​Policiais reclamam das péssimas condições dos banheiros da instituição.

POLíTICA | matéria escrita em 20/01/2017 ás 10:26:00

Quero um emprego!

Por Professor Nazareno

POLíTICA | matéria escrita em 20/01/2017 ás 10:21:00

​Tá igual cego em tiroteio

Gessi Taborda 

POLíCIA | matéria escrita em 20/01/2017 ás 10:07:00

Irmãos ficam lesionados após golpes de facão durante desentendimento com vizinho na Zona Leste de Porto Velho

Os policiais mantiveram contato com o agressor que saiu de sua residência e confessou o que fez.

GERAL | matéria escrita em 20/01/2017 ás 10:06:00

Mãe e filha estavam em avião de empresário que caiu em Paraty

A mãe era professora de educação infantil e veio de Juína, no Mato Grosso, para visitar a filha em São Paulo. Carlos Alberto, segundo a nota do grupo Emiliano, as convidou para o fim de semana em Paraty

POLíCIA | matéria escrita em 20/01/2017 ás 09:43:00

Homem é preso acusado de realizar vários furtos em lojas no Porto Velho Shopping

De acordo com com informações que constam no boletim de ocorrência, o suspeito havia feito vários furtos de relógios e óculos, e quando deixou a loja, funcionários o observaram pelas câmeras de segurança.

POLíCIA | matéria escrita em 20/01/2017 ás 09:46:00

Policiais civis aposentados poderão atuar na Força Nacional de Segurança

Ainda segundo o edital, a colaboração voluntária poderá ser individual ou em grupo, em ambiente fechado ou aberto, a pé ou com emprego de viaturas, nos períodos diurno, noturno ou em revezamento de turnos e sempre sob supervisão permanente.

GERAL | matéria escrita em 20/01/2017 ás 09:44:00

Correios vão operar na área de telefonia móvel

No primeiro ano de operação, a empresa vai oferecer somente planos pré-pagos, chips e recargas, mas estuda a viabilidade da oferta de planos pós-pagos a partir de 2018.

POLíTICA | matéria escrita em 20/01/2017 ás 09:42:00

Filho de Teori Zavascki descarta, no momento, sabotagem em acidente aéreo

Em conversa por telefone com a Agência Brasil, o advogado contou que ficou sabendo da tragédia por meio do grupo da família no aplicativo de mensagens WhatsApp.

POLíTICA | matéria escrita em 20/01/2017 ás 09:40:00

Cármen Lúcia diz que ainda não analisou como ficará andamento da Lava Jato

Com a morte de um ministro, o Artigo 38 do Regimento Interno do Supremo prevê que os processos deverão ser herdados pelo juiz que ocupar a vaga.

POLíTICA | matéria escrita em 20/01/2017 ás 09:37:00

Teori estava prestes a homologar delações de executivos da Odebrecht

Na sua última entrevista antes do acidente, no dia 19 de dezembro, Teori disse que iria trabalhar durante o recesso para analisar os depoimentos.

POLíCIA | matéria escrita em 20/01/2017 ás 09:35:00

Morte do ministro Teori: Bombeiros resgatam mais dois corpos de avião que caiu em Paraty

O Ministério Público Federal e a Polícia Federal estão investigando o acidente.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 20/01/2017 ás 09:23:00

Teori Zavascki foi ministro do STF por quatro anos

Teori Zavascki tinha 68 anos. Nasceu em 15 de agosto de 1948, em Faxinal dos Guedes (SC). Viúvo desde 2013, ele deixa três filhos.

POLíCIA | matéria escrita em 20/01/2017 ás 09:00:00

Foragido da justiça é preso após furtar motocicleta

Ele saiu empurrando a moto e foi seguido por populares até a Avenida Jorge Teixeira, em frente a Rodoviária.

POLíCIA | matéria escrita em 20/01/2017 ás 08:48:00

Homem é preso após roubar bolsa de mulher em parada de ônibus no centro de Porto Velho

De acordo com informações que a vítima passou aos policiais, ela estava sentada aguardando o ônibus quando o suspeito sentou ao seu lado e com uma faca fez ameaças para que ela entregasse a bolsa.

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2015 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com