03/01/2017 - 22h06min - Atualizado em 03/01/2017 - 22h06min

Entram em vigor novas regras da Receita para facilitar combate à corrupção

A partir do primeiro dia deste ano, os novos CNPJs devem identificar quem é beneficiário real dos negócios da empresa, mesmo que este se encontre fora do país.

 

Brasília

Felipe Pontes - Repórter da Agência Brasil

 

Nos últimos dias de 2016, a Receita Federal editou três normas que padronizam o compartilhamento de informações com outros países e facilitam a identificação dos beneficiários finais de empresas. O objetivo é coibir a evasão fiscal e a lavagem de dinheiro, crime em geral ligado à corrupção.

A instrução normativa 1684, publicada no dia 30 de dezembro, disciplina a nova figura de “beneficiário final”, que foi criada em maio pelo Fisco para facilitar a responsabilização jurídica de pessoas físicas por crimes cometidos com o uso do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) de corporações e empresas.

A partir do primeiro dia deste ano, os novos CNPJs devem identificar quem é beneficiário real dos negócios da empresa, mesmo que este se encontre fora do país. Para as pessoas jurídicas já existentes, o prazo para prestar a informação é até 31 de dezembro de 2018.

Segundo a Receita, a nova regra foi criada a partir de estudos da Estratégia Nacional de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro (ENCCLA), que constataram a dificuldade de autoridades policiais e judiciais em identificar os controladores efetivos das empresas.

Para Alexandre Naoki, professor de direito tributário da Universidade de São Paulo em Ribeiro Preto, a medida adequa o Brasil às práticas que vem sendo implementadas no resto do mundo, não só em termos de combate à corrupção, mas também para desencorajar o uso de paraísos fiscais como meio de ocultar os verdadeiros donos de recursos obtidos de forma ilícita.

“Muitas pessoas físicas acabam se escondendo utilizando de várias pessoas jurídicas sucessivas. Você constitui uma sociedade, que constitui uma outra sociedade, e assim por diante, o que acaba dificultando muito o trabalho do Fisco no sentido de identificar o beneficiário final”, disse Naoki à Agência Brasil.

 

“A identificação no fundo já é uma prática corriqueira, mas que talvez demorasse por muito mais tempo. Agora será mais rápido”, ressaltou o advogado.

Colaboração internacional

Já as instruções normativas 1680 e 1681, ambas publicadas no último dia 29, facilitam o compartilhamento de informações da Receita com outros países.

A primeira norma cria no Brasil um Padrão de Declaração Comum (CRS, na sigal em inglês) para o intercâmbio de informações, conforme definido em acordos internacionais. Para isso, foram estabelecidos os instrumentos e parâmetros para a coleta e fornecimento automático dos dados por parte das instituições financeiras.

O Brasil passará também a apresentar todos os anos uma Declaração de País a País (DPP), com informações sobre as empresas integrantes de grupos multinacionais cujo controlador final seja residente no Brasil.

A declaração trará dados como as jurisdições nas quais o grupo opera, a localização de suas atividades, a alocação global de renda, os impostos pagos e devidos, entre outros. Além disso, terão que ser identificadas todas as empresas integrantes do grupo e as atividades econômicas que desempenham.

"Pessoas físicas e jurídicas de outros países que movimentam suas contas aqui no Brasil, os bancos marcarão esse correntistas”, explicou o subsecretário de fiscalização substituto da Receita Federal, Francisco Assis de Oliveira Júnior. “[Os correntistas] Serão identificados como residentes de outros países, e essas informações estarão disponíveis para os países de origem”, destacou ele.

Segundo a Receita, com a medida o Brasil passará também a ter, devido a acordos de reciprocidade, acesso mais amplo a informações sobre brasileiros que movimentam recursos em contas no exterior.

Leia também:

comentários

COMENTÁRIOS


Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook

publicidade
RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 24/02/2017 ás 10:46:00

STF manda soltar Bruno, ex-goleiro do Flamengo condenado por homicídio

Na decisão, divulgada hoje (24), Marco Aurélio destacou que Bruno encontra-se preso há 6 anos e 7 meses sem que tenha sido condenado em segunda instância, motivo pelo qual deve ser solto para que recorra em liberdade.

GERAL | matéria escrita em 24/02/2017 ás 10:44:00

Bancos ficarão fechados na segunda e na terça de carnaval

Os caixas eletrônicos funcionam normalmente e podem ser usados pela população para saques, depósitos e pagamento de contas.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 24/02/2017 ás 10:41:00

Justiça Criminal de Rondônia é a que julga mais rápido no país

TJRO também é um dos cinco estados com a menor taxa de presos provisórios do país.

POLíTICA | matéria escrita em 24/02/2017 ás 10:33:00

Em Ariquemes, o Trump ia se danar por homofobia

Gessi Taborda

POLíCIA | matéria escrita em 24/02/2017 ás 10:10:00

Mulher e filho de secretário adjunto da Saude são sequestrados. Fotos

Já na madrugada desta sexta-feira (24),  depois de uma verdadeira operação feita pelos órgãos de segurança pública da capital,  foi possível localizar as vítimas abandonadas no KM 5 da estrada da penal,  na comunidade conhecida como Terra Santa.

POLíTICA | matéria escrita em 24/02/2017 ás 10:05:00

Comissão de Saúde indica mutirão de cirurgia de catarata no distrito de Surpresa

Deputado Dr. Neidson explica importância do procedimento cirúrgico.

POLíTICA | matéria escrita em 24/02/2017 ás 10:02:00

Projeto aprovado pela ALE altera Lei que cria o instituto de educação profissional

Projeto prorroga vigência do Instituto Abaitará, cria o Idep e respectivo período de transição.

POLíTICA | matéria escrita em 24/02/2017 ás 09:58:00

Maurão de Carvalho cria projeto de lei que permitirá terceiro mandato em Gestão Democrática nas escolas

O projeto revoga um dos incisos da lei n°3.972 de 2017 que veda três mandatos sequentes na mesma unidade.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 24/02/2017 ás 09:46:00

Assembleia Legislativa do Estado de Rondônia/Nota de pesar

Filho de família tradicional e pioneira da região, Abelardo Castro, foi fundador e um batalhador incansável pela construção e fortalecimento do PMDB em Rondônia.

GERAL | matéria escrita em 24/02/2017 ás 09:40:00

CHAPA 1 vence eleições para diretoria executiva do SINDSEF

A chapa era encabeçada pelo candidato a presidente Abson Praxedes e o vice-presidente Mário Jorge de Oliveira.

GERAL | matéria escrita em 23/02/2017 ás 17:02:00

Semtran interdita as ruas neste sábado para o desfile da Banda do Vai Quem Quer

A partir das 12h a interdição será total por parte da Secretaria Municipal de Trânsito (Semtran).

POLíTICA | matéria escrita em 23/02/2017 ás 17:00:00

Morte do ex-vereador Abelardo Townes de Castro

Filho de família tradicional e pioneira da região,  Aberlado Castro foi fundador  e um batalhador incansável pela construção e fortalecimento  do PMDB em Rondônia.

GERAL | matéria escrita em 23/02/2017 ás 14:29:00

Porto Velho tem o pior índice de abastecimento de água e tratamento de esgoto entre as capitais do Brasil, segundo estudo

Com 48 anos de atuação, a Companhia de Água e Esgotos de Rondônia CAERD está longe de resolver a questão do abastecimento de água e da falta de saneamento básico na capital e no Estado .

POLíTICA | matéria escrita em 23/02/2017 ás 11:38:00

Justiça Eleitoral nega pedido de cassação da Prefeita Juliana Roque, de Pimenta Bueno

A batalha em Pimenta ainda continua, pois há outros três processos também propostos pelo Ministério Público contra a Prefeita, mas até o momento o placar está favorável a ela.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 23/02/2017 ás 11:23:00

MPF/RO processa Hidrelétrica de Jirau, BNDES e Ibama por danos em Mutum-Paraná

Órgão pede repasse de 600 casas à prefeitura, além de cancelamento e suspensão de novas licenças.

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2017 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com