10/01/2017 - 13h42min - Atualizado em 10/01/2017 - 13h42min

Glossário Eleitoral explica diferenças entre abuso do poder político e econômico

Abuso de poder é a imposição da vontade de um sobre a de outro, tendo por base o exercício do poder, sem considerar as leis vigentes.

 

Com o objetivo de esclarecer as principais dúvidas dos eleitores acerca dos termos jurídicos relacionados à atuação da Justiça Eleitoral e às eleições, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) disponibiliza em seu Portal na internet o Glossário Eleitoral. Na área, o internauta pode saber, por exemplo, a diferença entre abuso do poder econômico e abuso do poder político.

Abuso de poder é a imposição da vontade de um sobre a de outro, tendo por base o exercício do poder, sem considerar as leis vigentes. O TSE exige, para que fique comprovado o abuso de poder, provas concretas e indiscutíveis sobre os fatos denunciados como abusivos.

Esta prática pode ser dividida em abuso do poder político e abuso do poder econômico. Nas eleições, são condutas ilícitas praticadas nas campanhas eleitorais e que conduzem à inelegibilidade do candidato por oito anos, conforme previsto na Lei Complementar nº 135/2010, a Lei da Ficha Limpa.

Diferenças

Segundo o Glossário Eleitoral, abuso do poder econômico em matéria eleitoral é a utilização excessiva, antes ou durante a campanha, de recursos financeiros ou patrimoniais que busquem beneficiar candidato, partido ou coligação, afetando, dessa forma, a normalidade e a legitimidade do pleito.

Uso do poder econômico é o emprego de dinheiro mediante as mais diversas técnicas, que vão desde a ajuda financeira, pura e simples, a partidos e candidatos, até a manipulação da opinião pública, da vontade dos eleitores, por meio da propaganda política subliminar, com a aparência de propaganda meramente comercial.

Quando feito por meio dos partidos e com obediência restrita à lei, o uso do poder econômico é lícito, tornando-se ilícito se empregado fora do sistema legal e com vistas à obtenção de vantagens eleitorais imediatas, para atender a determinados interesses.

O abuso do poder político, por sua vez, está diretamente relacionado à liberdade do voto. Ele ocorre nas situações em que o detentor do poder vale-se de sua posição para agir de modo a influenciar o voto do eleitor. Em resumo, é o ato de autoridade exercido em detrimento do voto.

De acordo com a Constituição Federal, em seu artigo 14, parágrafo 9º, devem ser estabelecidos por lei complementar os casos de inelegibilidade e seus prazos, “a fim de proteger a probidade administrativa, a moralidade para exercício de mandato – considerada a vida pregressa do candidato – e a normalidade e legitimidade das eleições contra a influência do poder econômico ou o abuso do exercício de função, cargo ou emprego na administração direta ou indireta”.

Acesse aqui o Glossário Eleitoral.

 

Leia também:

comentários

COMENTÁRIOS


Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook

publicidade
RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 22/02/2017 ás 08:22:00

Para Cármem Lúcia, todos os promovidos por merecimento devem mesmo merecer

Segundo a ministra, nas promoções por merecimento na magistratura brasileira, é preciso reduzir tanto quanto possível o voluntarismo – ou seja, a escolha de magistrados sem fundamento em critérios objetivos.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 22/02/2017 ás 08:20:00

Tribunal admite primeiro incidente de assunção de competência em recurso especial

O relator do recurso, ministro Marco Aurélio Bellizze, propôs a assunção de competência para que o caso seja julgado na Segunda Seção.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 22/02/2017 ás 08:17:00

2ª Turma: Compete à Justiça Federal julgar ação sobre licença-prêmio a juiz do Trabalho

No caso dos autos, um juiz do Trabalho vinculado ao Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região (PR) ajuizou a ação contra a União perante a Justiça Federal e fundamentou seu pedido de licença-prêmio com base na simetria entre a sua carreira...

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 22/02/2017 ás 08:14:00

1ª Turma: ICMS com base reduzida não gera crédito

Segundo o tribunal de origem, está em jogo o regime de tributação favorecido às empresas prestadoras de serviço de transporte consistente na redução da base de cálculo para o percentual de 80%...

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 22/02/2017 ás 08:13:00

2ª Turma rejeita recurso e determina abertura de ação penal contra Gleisi Hoffmann e ex-ministro Paulo Bernardo

A Turma recebeu denúncia em julgamento realizado em setembro do ano passado, a fim de investigar na possível destinação de R$ 1 milhão de origem ilegal para a campanha da senadora em 2010.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 22/02/2017 ás 07:51:00

Comissão Permanente de Avaliação de Documentos propõe soluções para preservar a memória do Judiciário

A Comissão, que é subordinada hierarquicamente à presidência do Poder Judiciário, reúne-se semanalmente para tratar de assuntos inerentes às suas atribuições, bem como realiza visitas aos cartórios e a outras instituições.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 21/02/2017 ás 14:31:00

Os 43 anos da OAB/RO

Em artigo, presidente da OAB/RO, Andrey Cavalcante, lembra dos fundadores e destaca atuação da Ordem em seus 43 anos de existência no Estado.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 21/02/2017 ás 13:50:00

Mestrado em Direitos Humanos e Desenvolvimento da Justiça aplica prova de seleção

O resultado da prova escrita foi divulgado na Unir na segunda-feira, 20.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 21/02/2017 ás 13:48:00

TAM é absolvida de indenizar comissária por problemas psicológicos após forte turbulência em voo

A comissária disse que, depois do voo em que houve a forte turbulência, causando pânico nos passageiros, passou a sofrer de depressão que a deixou total e definitivamente incapacitada para exercer a sua atividade.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 21/02/2017 ás 10:23:00

Saiba como é feita a escolha de um ministro do STF

O STF é conhecido como guardião da Constituição, por determinar o que está correto e o que não está correto, de acordo com o que dispõe as normas constitucionais.

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2017 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com