11/12/2011 - 15h48min - Atualizado em 11/12/2011 - 15h48min

Médico reivindica condições de trabalho, é ofendido e expulso da sala de diretor

Caso foi parar na delegacia, com o registro de uma ocorrência por agressão verbal praticada pelo diretor do HB contra médico-cirurgião.

Da reportagem do TUDORONDONIA


Porto Velho, Rondônia - O médico-cirurgião Marcelo Ferrari, do Hospital de Base Ary Pinheiro, registrou boletim de ocorrência policial contra seu colega de profissão Francisco das Chagas Jean Bessa de Holanda Medeiros, o Jean Negreiros, diretor geral do HB, que quase o agride fisicamente e o ofendeu verbalmente.

Jean ainda expulsou Marcelo Ferrari do gabinete da direção do HB, após tratá-lo rispidamente, conforme gravações de áudio, quando este tentava protocolar um documento no qual reivindica melhores condições de trabalho, estrutura, materiais e instrumentais para que os cirurgiões pediátricos possam continuar operando sem expor as crianças a maiores riscos.

O médico tinha retornado ao HB, após seu plantão, por insistência de Jean Negreiros, que ligou várias vezes para a casa de Ferrari solicitando sua presença de volta ao hospital.Há seis meses Marcelo Ferrari já tinha entregado o mesmo documento a Jean Negreiros, que disse tê-lo perdido.


Preocupado com o estado deplorável em que se encontra a Clínica de Cirurgia Pediátrica do HB, Marcelo Ferrari reiterou as reivindicações em novo documento, assinado não apenas por eles, mas por todos os outros quatro cirurgiões que integram a equipe daquela clínica, mas, ao tentar protocolizar  novamente o documento, foi surpreendido pela agressividade do diretor.

No documento, Ferrari mostra a impossibilidade de a equipe continuar com as chamadas cirurgias eletivas, aquelas que não são de urgência-emergência, devido a absoluta falta de condições do setor, inclusive com risco de infecção para as crianças.

“O Centro Cirúrgico do HBAP hoje é um foco de infecção e um risco para qualquer paciente que ali adentre e se submeta a um procedimento cirúrgico, por mais simples que seja, quanto mais, para um RN ou uma criança maior”, alerta o documento subscrito por Ferrari e seus colegas médicos e que tanto irritou o diretor.

Num trecho da gravação, é possível ouvir os gritos e ameaças de Jean contra Marcelo Ferrari, ao mesmo tempo em que parte para cima do cirurgião, como se quisesse agredi-lo fisicamente. Em seguida, Jean expulsa Ferrari do gabinete aos gritos.
O caso será investigado pelos policiais do 2º DP da capital.

Leia a íntegra do documento que os cirurgiões pediátricos do HB redigiram e que o diretor se recusou a receber, após ter perdido um outro semelhante que lhe foi entregue há seis meses:

Porto Velho (RO) 05 de Dezembro de 2011


Ilmo. Sr.
Dr. Francisco das Chagas Jean Bessa de Holanda Medeiros
DD Diretor do Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro
NESTA

Sr. Diretor,
Após o inicio do atual governo e da sua posse, estivemos reunidos com V.Sa. e lhe participamos nossa preocupação com o estado atual das Clinicas Cirúrgicas do Hospital de Base, em particular a Cirurgia Pediátrica. Informamos-lhe do estado deplorável do instrumental infantil, da falta de um número substancial de materiais que deveríamos estar usando no nosso dia a dia no Bloco Cirúrgico, de uma sala especifica onde pudéssemos inclusive guardar tal instrumental, possibilitando assim um melhor uso do mesmo e um tempo mais prolongado da vida útil deste material, um centro cirúrgico digno e minimamente aceitável para os padrões da medicina moderna e dentro das regras de asseio e de controle da infecção hospitalar.
Senhor Diretor, o Centro Cirúrgico do HBAP hoje é um foco de infecção e um risco para qualquer paciente que ali adentre e se submeta a um procedimento cirúrgico, por mais simples que seja, quanto mais, para um RN ou uma criança maior.
Desejamos que haja uma melhor organização a nível de enfermaria na Ped. I (enfermarias da CIPE), facilitando o controle de vagas, um melhor aproveitamento dos leitos e evitando a disseminação de infecção hospitalar entre pacientes com patologias ditas limpas, contaminadas ou infectadas, etc.
Na ocasião entregamos a V.Sa. um Relatório onde versávamos sobre estes problemas e reivindicávamos a aquisição de tal instrumental e materiais.
Passados mais de seis meses, não houve por parte de VS qualquer posicionamento quanto a questão em si, além de assistirmos a cada dia, uma piora dos serviços no HBAP, em particular na Cirurgia Pediátrica. Hoje não temos a maioria dos fios cirúrgicos do nosso dia a dia, catéteres torácicos apropriados para o paciente infantil (drenos), colchões térmicos para estabilizar a temperatura dos infantes e recém-nascidos, bombas de infusão durante o ato cirúrgico, lupas para micro-cirurgias, etc., além de nos encontrarmos operando com um instrumental velho e obsoleto.

Por isso decidimos em conjunto e de maneira unânime:
• Suspender todas as Cirurgias Eletivas até a aquisição de tal material e a completa contemplação das nossas reivindicações;
• Encaminhar estes pacientes para TFD, tendo como justificativa A FALTA DE CONDICOES MINIMAS PARA REALIZAR O PROCEDIMENTO NESTE NOSOCOMIO.


Informamos que oficio com igual teor está sendo encaminhado e protocolado no CREMERO, MPE, SIMERO e na Secretaria Estadual de Saúde.


Atenciosamente,

comentários
publicidade

COMENTÁRIOS


Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook

publicidade
POLíTICA | matéria escrita em 08/02/2016 ás 10:34:00

Congresso promulgará emenda que abre janela para troca de partidos

...os detentores de mandatos eletivos poderão deixar os partidos pelos quais foram eleitos nos 30 dias seguintes à promulgação da emenda.

POLíTICA | matéria escrita em 08/02/2016 ás 10:30:00

Tempo da reforma agrária passou, diz pesquisador da Embrapa

- Os recursos seriam aplicados de maneira mais eficiente se extinguíssemos o Incra [Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária] e o programa de distribuição de terra e utilizássemos os recursos de outra forma para as famílias mais pobres — disse.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 08/02/2016 ás 10:23:00

Câmara Especial do TJRO mantém indenização a servidora que foi vítima de explosão de veículo

A servidora federal foi colocada à disposição do Estado para desempenhar suas funções no município de Porto Velho em atividades relacionadas ao controle de doenças e epidemiologia.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 08/02/2016 ás 10:18:00

Ministro do STF nega seguimento à ação da Anamages contra resolução do CNJ

Na ADI, a entidade alegava que, ao editar a resolução que regulamentou a realização de audiências de custódia em todo o país, o CNJ teria usurpado a competência privativa do Congresso Nacional para legislar sobre matéria processual penal.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 08/02/2016 ás 10:16:00

Divergência entre testemunhas isenta churrascaria de condenação por discriminação a copeiro baiano

De acordo com o copeiro, o sócio da churrascaria e o maitre chamavam os trabalhadores locais de "baianos preguiçosos e nojentos" e chegavam a lavar as mãos com álcool em gel após cumprimentá-los.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 08/02/2016 ás 10:13:00

Lei que altera novo CPC e restabelece juízo de admissibilidade é sancionada

Com a mudança, os recursos só podem subir depois de uma análise prévia feita pelos tribunais de origem (estaduais e federais), na pessoa do presidente (que pode delegar ao vice-presidente da corte) o que já acontece hoje.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 08/02/2016 ás 10:11:00

Paternidade: filho tem direito ao nome do pai biológico no registro de nascimento

A ação de investigação e anulação de registro civil foi movida pelos filhos contra o pai biológico, quando eles já tinham mais de 40 anos de idade.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 08/02/2016 ás 10:05:00

É crime entregar veículo a não habilitados, mesmo quando não há acidente

Na causa, o Ministério Público recorreu ao STJ depois que o Juizado Especial Criminal absolveu um acusado que permitiu a condução de seu veículo por motorista sem habilitação.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 08/02/2016 ás 09:59:00

Sexta Turma do STJ liberta preso acusado de furtar um vidro de creme de pentear

No caso citado, o ilícito, equivalente a R$ 5,0 (cinco reais) , mobilizou a Polícia, o Ministério Público , o Tribunal de Justiça , a Defensoria Pública, bem como o Ministério Público Federal e o STJ.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 08/02/2016 ás 09:55:00

Ministro nega revogação de prisão preventiva do ex-deputado Luiz Argolo

Na avaliação do relator, embora relevantes as questões suscitadas pela defesa, elas “não evidenciam hipóteses que autorizem, liminarmente, a revogação da prisão preventiva”.

GERAL | matéria escrita em 08/02/2016 ás 09:52:00

Juízes questionam em ADI corte do orçamento da Justiça do Trabalho

Para a associação, a medida tem caráter retaliatório do parlamento em relação à atuação do Judiciário Trabalhista, uma vez que os demais ramos do Judiciário tiveram cortes menos drásticos.

POLíCIA | matéria escrita em 07/02/2016 ás 13:55:00

Vereador reage a assalto e mata dois ladrões

Salomão Pereira retornava do Sambódromo do Anhembi quando foi rendido por dois assaltantes; ele reagiu com a ajuda dos filhos e matou a dupla.

POLíTICA | matéria escrita em 05/02/2016 ás 14:45:00

Conta de luz ficará 7% mais barata; Mosquini quer reduçāo ainda maior em 2016

Mosquini está confiante de que a conta de luz continue caindo ao longo de 2016.

GERAL | matéria escrita em 05/02/2016 ás 10:24:00

De atleta a jornalista: conheça histórias de pessoas que vivem com microcefalia

A jornalista Ana Carolina Dias Cárcere, 24 anos, fala com propriedade sobre como é a vida com microcefalia.

GERAL | matéria escrita em 05/02/2016 ás 10:21:00

Fiocruz confirma presença do vírus zika em amostras de saliva e urina

Até então, a única via de transmissão do vírus, confirmada por autoridades sanitárias, é pela picada do mosquito Aedes aegypit

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2012 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com