11/12/2011 - 15h48min - Atualizado em 11/12/2011 - 15h48min

Médico reivindica condições de trabalho, é ofendido e expulso da sala de diretor

Caso foi parar na delegacia, com o registro de uma ocorrência por agressão verbal praticada pelo diretor do HB contra médico-cirurgião.

Da reportagem do TUDORONDONIA


Porto Velho, Rondônia - O médico-cirurgião Marcelo Ferrari, do Hospital de Base Ary Pinheiro, registrou boletim de ocorrência policial contra seu colega de profissão Francisco das Chagas Jean Bessa de Holanda Medeiros, o Jean Negreiros, diretor geral do HB, que quase o agride fisicamente e o ofendeu verbalmente.

Jean ainda expulsou Marcelo Ferrari do gabinete da direção do HB, após tratá-lo rispidamente, conforme gravações de áudio, quando este tentava protocolar um documento no qual reivindica melhores condições de trabalho, estrutura, materiais e instrumentais para que os cirurgiões pediátricos possam continuar operando sem expor as crianças a maiores riscos.

O médico tinha retornado ao HB, após seu plantão, por insistência de Jean Negreiros, que ligou várias vezes para a casa de Ferrari solicitando sua presença de volta ao hospital.Há seis meses Marcelo Ferrari já tinha entregado o mesmo documento a Jean Negreiros, que disse tê-lo perdido.


Preocupado com o estado deplorável em que se encontra a Clínica de Cirurgia Pediátrica do HB, Marcelo Ferrari reiterou as reivindicações em novo documento, assinado não apenas por eles, mas por todos os outros quatro cirurgiões que integram a equipe daquela clínica, mas, ao tentar protocolizar  novamente o documento, foi surpreendido pela agressividade do diretor.

No documento, Ferrari mostra a impossibilidade de a equipe continuar com as chamadas cirurgias eletivas, aquelas que não são de urgência-emergência, devido a absoluta falta de condições do setor, inclusive com risco de infecção para as crianças.

“O Centro Cirúrgico do HBAP hoje é um foco de infecção e um risco para qualquer paciente que ali adentre e se submeta a um procedimento cirúrgico, por mais simples que seja, quanto mais, para um RN ou uma criança maior”, alerta o documento subscrito por Ferrari e seus colegas médicos e que tanto irritou o diretor.

Num trecho da gravação, é possível ouvir os gritos e ameaças de Jean contra Marcelo Ferrari, ao mesmo tempo em que parte para cima do cirurgião, como se quisesse agredi-lo fisicamente. Em seguida, Jean expulsa Ferrari do gabinete aos gritos.
O caso será investigado pelos policiais do 2º DP da capital.

Leia a íntegra do documento que os cirurgiões pediátricos do HB redigiram e que o diretor se recusou a receber, após ter perdido um outro semelhante que lhe foi entregue há seis meses:

Porto Velho (RO) 05 de Dezembro de 2011


Ilmo. Sr.
Dr. Francisco das Chagas Jean Bessa de Holanda Medeiros
DD Diretor do Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro
NESTA

Sr. Diretor,
Após o inicio do atual governo e da sua posse, estivemos reunidos com V.Sa. e lhe participamos nossa preocupação com o estado atual das Clinicas Cirúrgicas do Hospital de Base, em particular a Cirurgia Pediátrica. Informamos-lhe do estado deplorável do instrumental infantil, da falta de um número substancial de materiais que deveríamos estar usando no nosso dia a dia no Bloco Cirúrgico, de uma sala especifica onde pudéssemos inclusive guardar tal instrumental, possibilitando assim um melhor uso do mesmo e um tempo mais prolongado da vida útil deste material, um centro cirúrgico digno e minimamente aceitável para os padrões da medicina moderna e dentro das regras de asseio e de controle da infecção hospitalar.
Senhor Diretor, o Centro Cirúrgico do HBAP hoje é um foco de infecção e um risco para qualquer paciente que ali adentre e se submeta a um procedimento cirúrgico, por mais simples que seja, quanto mais, para um RN ou uma criança maior.
Desejamos que haja uma melhor organização a nível de enfermaria na Ped. I (enfermarias da CIPE), facilitando o controle de vagas, um melhor aproveitamento dos leitos e evitando a disseminação de infecção hospitalar entre pacientes com patologias ditas limpas, contaminadas ou infectadas, etc.
Na ocasião entregamos a V.Sa. um Relatório onde versávamos sobre estes problemas e reivindicávamos a aquisição de tal instrumental e materiais.
Passados mais de seis meses, não houve por parte de VS qualquer posicionamento quanto a questão em si, além de assistirmos a cada dia, uma piora dos serviços no HBAP, em particular na Cirurgia Pediátrica. Hoje não temos a maioria dos fios cirúrgicos do nosso dia a dia, catéteres torácicos apropriados para o paciente infantil (drenos), colchões térmicos para estabilizar a temperatura dos infantes e recém-nascidos, bombas de infusão durante o ato cirúrgico, lupas para micro-cirurgias, etc., além de nos encontrarmos operando com um instrumental velho e obsoleto.

Por isso decidimos em conjunto e de maneira unânime:
• Suspender todas as Cirurgias Eletivas até a aquisição de tal material e a completa contemplação das nossas reivindicações;
• Encaminhar estes pacientes para TFD, tendo como justificativa A FALTA DE CONDICOES MINIMAS PARA REALIZAR O PROCEDIMENTO NESTE NOSOCOMIO.


Informamos que oficio com igual teor está sendo encaminhado e protocolado no CREMERO, MPE, SIMERO e na Secretaria Estadual de Saúde.


Atenciosamente,

comentários

COMENTÁRIOS


publicidade
RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 27/09/2016 ás 22:48:00

STF recebe denúncia contra senadora Gleisi Hoffmann e ex-ministro Paulo Bernardo

O dinheiro, de acordo com a denúncia, seria oriundo de esquema de corrupção e lavagem de dinheiro estabelecido na Diretoria de Abastecimento da Petrobras.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 27/09/2016 ás 22:45:00

É incabível revisão de cláusulas contratuais na ação de prestação de contas

O recurso especial julgado pela seção teve origem em processo de prestação de contas no qual uma dona de casa pedia que uma instituição bancária apresentasse os demonstrativos de movimentação financeira desde a abertura da conta corrente...

POLíTICA | matéria escrita em 27/09/2016 ás 22:41:00

TSE mantém registro de candidato a vereador acusado de ser analfabeto

A relatora, ministra Luciana Lóssio, havia votado anteriormente pelo indeferimento da candidatura, uma vez que a Constituição Federal estabelece que o analfabeto pode votar mas não pode receber votos ...

POLíTICA | matéria escrita em 27/09/2016 ás 20:04:00

Resenha Política

Robson Oliveira

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 27/09/2016 ás 19:56:00

Banca de Advocacia Renan Maldonado considera reintegração de Delegado mais do que justa

A decisão foi obtida por meio de recurso ao Tribunal de Justiça, o qual concedeu a reintegração imediata do Delegado aos quadros da Polícia Civil.

POLíTICA | matéria escrita em 27/09/2016 ás 17:38:00

Deputado lamenta morte de sargento da PM em Porto Velho

O parlamentar lembrou o tempo em que trabalhou com o policial, a quem se referiu como sendo um servidor esforçado, dedicado e que dava o sangue pela PM de Rondônia.

POLíTICA | matéria escrita em 27/09/2016 ás 17:35:00

Assembleia Legislativa lamenta morte de estudante de Medicina da São Lucas. Jovem era filha do ex-deputado Edésio Martelli

A Mesa Diretora externa solidariedade e dos demais parlamentares com o falecimento de Késia Martelli, e pede a Deus que conforte a família nesse momento de dor.

POLíTICA | matéria escrita em 27/09/2016 ás 17:29:00

Sintero orienta professores estaduais a não assinarem o novo modelo de folha de ponto

Na tentativa de fiscalizar o cumprimento da carga horária dos professores por orientação do Ministério Público, a Seduc acaba infringindo a legislação ...

POLíTICA | matéria escrita em 27/09/2016 ás 16:36:00

Mais um pedido de vista suspende novamente julgamento do recurso de Roberto sobrinho no TRE

O relator do recurso de Roberto Sobrinho (PT), candidato à prefeitura de Porto Velho, juiz Armando Reigota Filho, votou pela inelegibilidade de Roberto. Três juízes anteciparam o voto pelo indeferimento do registro.

GERAL | matéria escrita em 27/09/2016 ás 12:50:00

Um agente do mundo dos malditos

Doutor, professor, astronauta, ou juiz de distrito... Mas, “o pior de todos os analfabetos... É o analfabeto político”

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 27/09/2016 ás 12:47:00

Agravo contra decisão monocrática em matéria penal ou processual penal não segue regras do novo CPC

...referentes à contagem dos prazos em dias úteis e ao estabelecimento de prazo de 15 dias para todos os recursos, com exceção dos embargos de declaração.

GERAL | matéria escrita em 27/09/2016 ás 12:35:00

Estudantes da capital participam de simulado nacional aos moldes do Enem

O sonho de ingressar no Ensino Superior é almejado por muitos estudantes e pode se tornar realidade...

GERAL | matéria escrita em 27/09/2016 ás 12:30:00

RONDÔNIA PELA EDUCAÇÃO: Parceria com Microsoft pode melhorar uso das tecnologias da qualidade do ensino

​A ideia é capacitar professores e utilizar a tecnologia na educação, a fim de tornar as aulas mais atrativas para os educandos e otimizar tempo na aplicação de conteúdos.

POLíTICA | matéria escrita em 27/09/2016 ás 11:55:00

MP obtém indisponibilidade de bens de vereador de Nova Brasilândia

O MP argumenta que Aroldo de Oliveira acumula os cargos de vereador e técnico educacional do Estado, não cumprindo carga horária para a qual é remunerado, causando dano ao erário e enriquecimento ilícito...

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2012 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com