Ministro da Saúde anuncia liberação de R$ 10,2 milhões para serviços do SUS em quatro municípios de Rondônia

O investimento será feito mensalmente, a partir de janeiro, e a maior parte do recurso, R$ 6,9 milhões, é para custear a manutenção de 47 leitos de gestação de alto risco no Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro, na capital.

Publicada em 27 de December de 2016 às 11:47:00
Ministro visita UTI neonatal do Cosme e Damio.           Ministro visita UTI neonatal do Cosme e Damião

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, anunciou nesta terça-feira (27) em Porto Velho a liberação de R$ 10,2 milhões por ano para o funcionamento de serviços da rede pública de saúde em quatro municípios de Rondônia. O investimento será feito mensalmente, a partir de janeiro, e a maior parte do recurso, R$ 6,9 milhões, é para custear a manutenção de 47 leitos de gestação de alto risco no Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro, na capital.

Ricardo Barros visitou unidades hospitalares mantidas pelo estado em Porto Velho, entre elas o Hospital de Base e o Hospital Infantil Cosme e Damião, juntamente com o  governador em exercício Daniel Pereira e parlamentares federais.  O ministro conheceu ainda as obras do Hospital de Câncer da Amazônia e as instalações do Laboratório Estadual de Patologia e Análises Clínicas (Lepac).

Segundo o ministro Ricardo Barros, o investimento resulta da economia de recursos feita no âmbito do Ministério da Saúde, mediante negociação na compra de medicamentos, reforma administrativa e revisão de contratos de informática, entre outras iniciativas. As medidas possibilitaram uma economia de R$ 1,9 bilhão nos primeiros 200 dias de gestão.

O Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) de Ariquemes, Cujubim e Machadinho também foi contemplado com parte do investimento. Para Ariquemes serão destinados R$ 204.750,00 e para os demais R$ 409.500,00 cada um. O secretário Williames Pimentel (Saúde) destacou ainda o investimento de R$ 1.952.316,93 para custear a alimentação enteral fornecida a pacientes das unidades hospitalares de Porto Velho.

Daniel Pereira avalia que a visita compromete o ministro com a regio.

Daniel Pereira avalia que a visita compromete o ministro com a região.

“A visita do ministro é importante, permite que ele conheça a nossa realidade, criando as condições para que nossos representantes no Congresso Nacional e o próprio governo do estado reivindiquem os projetos de interesse de Rondônia. É importante ainda pelos recursos que anunciou, e pela parceria de compromisso que está fazendo com nossa região”, afirmou o governador em exercício Daniel Pereira.

O projeto reivindicado, na visita, foi a liberação de R$ 25 milhões para um novo Hospital Infantil Cosme e Damião, que segundo o governador em exercício Daniel Pereira é uma meta do atual governo, para melhorar ainda mais a prestação de serviços ofertados nessa unidade hospitalar.

“É recurso direito do ministério. O novo Cosme  e Damião será uma estrutura independente do Hospital de Base, com mais conforto e centros cirúrgicos melhor equipados, que irá possibilitar muito mais do que as pouco mais de três mil cirurgias de partos de alto risco feitos hoje anualmente”, disse o secretário Pimentel. O diretor, médico Nilton Paniágua, completa que o projeto contemplará uma oncologia pediátrica, e que, concretizado, será um hospital de primeira linha.

Em todo o país, o Ministério da Saúde está liberando, mediante portarias, R$ 962,3 milhões para a manutenção de 1.966 serviços do SUS, atendendo um total de 1.057 prefeituras.

 


Fonte
Texto: Mara Paraguassu
Fotos: Daiane Mendonça