Raupp e diretores do SINDSEF tratam em Brasília sobre celeridade da transposição dos servidores 

No encontro, o senador e os diretores do SINDSEF foram informados pela presidente da Comissão de que dos 7 mil servidores que tiveram seus  processos deferidos, 3.282 foram transpostos para o governo Federal.

Assessoria
Publicada em 13 de julho de 2017 às 16:35
Raupp e diretores do SINDSEF tratam em Brasília sobre celeridade da transposição dos servidores 

Brasília, DF -  O senador Valdir Raupp esteve reunido com a presidente da Comissão da Transposição dos Ex-Territórios Federais, Flávia Batista, tratando sobre a conclusão do processo de transposição dos servidores. 

Estavam presentes também os diretores do Sindicato dos Servidores Federais de Rondônia(SINDSEF-RO), Flávia Takahashi(Finanças); Ildo Mossui (coordenação de Ji-Paraná); Francisco Torres/Pimpolho(secretário do Ex-território) e Herclus Coêlho(Formação Sindical).

No encontro, o senador e os diretores do SINDSEF foram informados pela presidente da Comissão de que dos 7 mil servidores que tiveram seus  processos deferidos, 3.282 foram transpostos para o governo Federal. A meta  é concluir a transposição até dezembro próximo.

Segundo Flávia Batista, o que vem atrasando a transposição são as falhas na documentação dos servidores como erros nos dados bancários, inexistência de CPF e até de endereço para envio de notificações, via Correios. Quando se identifica um erro, no mínimo, o processo do servidor atrasa em média 30 dias, informou a presidente da Comissão dos Ex-Territórios Federais.

Ela explicou que o processo de transposição seguem 3 etapas:a) enquadramento - identificação do servidor – cargo, escolaridade, dados bancários); b) notificação - comunicação oficial sobre o enquadramento e, por último, publicação de portaria para inclusão do servidor na folha do governo federal.

Objetivando corrigir as falhas, o senador Raupp pediu uma aproximação maior entre as Comissões da Transposição em Brasília e em Rondônia, visando concluir a transposição porque ninguém suporta mais tanto atraso. Eu e a deputada Marinha Raupp temos cobrado com muita insistência a conclusão desse processo de transposição, afirmou o senador Raupp.

Ele também pediu que os sindicatos envolvidos com a transposição participem dessa força-tarefa para corrigir as falhas na documentação enviada a Brasília visando concluir a transposição até o final do ano.

Comentários

  • 1
    image
    wilson lopes da costa melo 15/07/2017

    Sinceramente esta Transrolação, mesmo já ví alguns iluminados que conseguiram este milagre, mas com certeza a maioria vai ficar apenas na esperança de sonho que não passa de uma Utopia!!

  • 2
    image
    Maria 15/07/2017

    E como ficam os que foram deferidos e depois indeferidos porque faltou documento de escolaridade e já faz dez meses que foi enviado e até o momento nenhuma resposta? Quero mesmo e saber onde enfiaram toda aquela documentação que foram enviadas na opção inclusive essa escolaridade que pediram novamente/! Percebe se que só e mais uma desculpa pra enrolação mesmo !

  • 3
    image
    PEDRO MENDES 13/07/2017

    A mais vergonhosa, vexatória e humihação é o tratamento para os APOSENTADOS e PESNIONISTAS até 1987, trabalharam à época nas piores condições, como médicos, enfermeiro, professores e NÓS POLICIAIS CIVIS que fomos pelo ingrato lula desconsiderados como profissionais, trabalhadores e acima de tudo, os desbravadores do Estado de Rondônia nos seus primeiros passos, sendo mais uma estrela na Bandeira Nascional. Vergonhoso até hoje, nada de benefício, intensão em resolver definitivamente essa questão, muitos foram transpostos via judicial e agora tem que voltar, porque ninguém liga, ninguém quer cuidar desse pessoal que deu até suas vidas para o engrandeimento do ESTADO DE RONDÔNIA, nem Raupp, Mirinha, Garçon, só empurram anos após anos para garantir mais 4 ou 8 anos na cadeira que vale milhões......Ponham a mão na conciência, sabe-se lá se têm ainda, e resolvam isso definitivamente e o mais rápido possìvel

  • 4
    image
    venancio 13/07/2017

    ALO OS DA TRANSENROLAÇAO, EM 2013 FOIASSINADO TODA A PAPELADA E ENVIADA A BRASILIA, JA SAO 4 ANOS, E AINDA ESTAO VENDO DOCUMENTOS ??????? QUEM JA FOI DEFERIDO A MAIS DE UM ANO PORQUE AINDA NAO ESTA NO D.O ??????? TAMO E DE SACO CHEIO COM ESSA DEMORA, A VERDADE E QUE NAO TEM NINGUEM QUE TEM MORAL PRA COBRAR O FIM, OU MAIS RAPIDES NO ANDAMENTO DESSA TRANSPOSIÇAO. ESTAO ESPERANDO OQUE ????? QUE A VELHERADA VA PRA COVA ?????VAO QUERER VOTOS EM 2018, ENTAO QUEREMOS O FIM DESTA NOVELA JA, AGORA......

  • 5
    image
    Edson Machado de Alencar 13/07/2017

    Sair na ata 14, e em sentembro de 2015, recebi a bendita carta comicando o meu enquadramento até hoje meu nome não saiu no diário oficial.

  • 6
    image
    Gabriel 13/07/2017

    É muito esquisito, essa aparição do Sr. Senador Valdir Raupp onde teve tanto tempo pra resolver essa situação é agora ele aparece em ano pré eleitoral com esse velho assunto "Transposição?" Sei não hem.

  • 7
    image
    Monica Virginia Carvalho 13/07/2017

    Como fica os contratados em 1991?

  • 8
    image
    Gilson 13/07/2017

    SENHOR VALDIR RAUPP Oque precisa ser resolvido nessa transputaria é somente os Professores que até 1987 a grande maioria não tinha segundo grau e que o governo contratou,o verdadeiro culpado é o governo do estado agora todos estão sendo indeferido por falta de amparo legal,questão escolarida,muito poucos os Professores que estão aptos para transpor.

  • 9
    image
    Ronilda Pereira do Nascimento 13/07/2017

    Nobre Senador por favor tenta resolver a transposição dos servidores contratados entre os anos de 1987 a 1991, nós ficaremos muito felizes e te agradeceremos.

Envie seu Comentário

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook