11/01/2017 - 08h50min - Atualizado em 11/01/2017 - 08h50min

Sem médico legista, IML de Ariquemes para de operar

O Instituto Médico Legal do município de Ariquemes não está funcionando. As informações são da própria equipe médica que atende no local.

O Instituto Médico Legal do município de Ariquemes não está funcionando. As informações são da própria equipe médica que atende no local. Todos os exames de cadáveres passam agora a ser realizados em Porto Velho. Os exames de vítimas e presos estão sendo realizados no hospital regional. “As más condições de trabalho, falta de estrutura e de equipe contribuiu para que a situação chegasse a este ponto” afirma médico legista, que prefere não se identificar.

O IML, que deveria possuir em sua escala uma equipe de pelo menos doze servidores entre técnicos em necropsia e peritos médicos-legistas, isso sem mencionar condutores do rabecão e serviço administrativo, passa por diversos problemas estruturais e não é de agora. Mas segundo informações, o problema tem se agravado. Além de não haver salas adequadas e suficientes para os atendimentos, os servidores ainda têm de lidar com a falta de limpeza e de água para consumo, que estava sendo comprada pelo próprios funcionários.

Outro problema é com relação às salas de atendimento. A Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) recomenda através de suas normas técnicas que o IML tenha pelo menos duas salas de espera, uma para espera das vítimas e outra para a espera dos agressores, o que não acontece. A única sala existente além de ser pequena é dividida, o que faz com que na maioria das vezes a vítima encontre o seu próprio agressor dentro do Instituto.

Mas os problemas estruturais não param por aí. Além de sérios problemas na rede elétrica, o IML de Ariquemes não possui uma sala própria para necropsia. As autópsias são realizadas em uma varanda que além de não possuir iluminação, o que impede que exames cadavéricos sejam realizados a noite, não possui serviço de limpeza específica. Quem realizava a limpeza no local eram os próprios técnicos. Por não haver cobertura, os funcionários também eram obrigados a interromper os exames em caso de chuva.

A sala de atendimento onde era realizado exame das vítimas também passa por problemas. A única maca no local, utilizada para exames ginecológicos, encontra-se quebrada. Não há banheiro exclusivo para funcionários, muitos dos materiais de consumo e de coleta são insuficientes e em grande parte, ainda com o prazo de validade vencida.

Contrariando as normas, também não há nenhum tipo de contrato com empresa terceirizada para a realização da limpeza do local. Esta tem sido realizada ultimamente por uma reeducanda cedida pela Sepog que cumpre pena em regime semi-aberto. 

A coleta de lixo biológico é realizada por empresa especializada somente a cada dez a quinze dias. “O local não oferece estrutura nenhuma para os profissionais. Isso tem interferido diretamente na própria saúde dos médicos. Dos quatro peritos que estavam na escala, um entrou de férias e outros dois já estavam afastados por problemas de saúde. O último médico legista que estava atuando sozinho, também não suportou a carga de trabalho e más condições e pediu afastamento” destacou o presidente do Cremero, Dr. Cleiton Bach.

A partir de agora, em caso de morte seja por homicídio, suicídio ou acidente, os corpos seguirão para a capital, o que além de causar uma sobrecarga nos atendimentos locais, vai demandar mais tempo para a liberação dos mesmos, causando transtorno à população da região.

Fonte: Assessoria

Leia também:

comentários

COMENTÁRIOS


Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook

publicidade
POLíTICA | matéria escrita em 21/02/2017 ás 17:15:00

Deputado Lúcio Mosquini recorre ao presidente Temer

Mosquini considera um "duro golpe" na agricultura rondoniense a importação de café do Vietnã e outros países asiáticos, se autorizada pelo Ministério da Agricultura.

POLíTICA | matéria escrita em 21/02/2017 ás 17:10:00

Mariana Carvalho destina recursos para  saúde

Em documento encaminhado ao prefeito Hildon Chaves (PSDB), a congressista detalha onde serão aplicados os investimentos.

POLíTICA | matéria escrita em 21/02/2017 ás 17:04:00

Cleiton Roque disponibiliza R$ 40 mil para programa de Guarda Mirim em Pimenta

Em reunião com demais autoridades, foram discutidos os problemas e soluções para a segurança pública do município.

POLíTICA | matéria escrita em 21/02/2017 ás 16:58:00

Lazinho repudia redução de imposto para importação de café

Medida foi solicitada pelo Ministério da Agricultura e aprovada pela Gecex.

POLíTICA | matéria escrita em 21/02/2017 ás 16:54:00

Laerte reclama da falta de perícias médicas em Ji-Paraná

Aproximadamente 500 pessoas são encaminhadas para atendimento em Porto Velho devido a falta da tecnologia.

POLíTICA | matéria escrita em 21/02/2017 ás 16:52:00

Airton Gurgacz ressalta questão da violência contra escolas em Ji-Paraná

Parlamentar destacou reunião ocorrida na cidade para encontrar solução contra vandalismo.

GERAL | matéria escrita em 21/02/2017 ás 16:49:00

Prefeito anuncia criação de órgão para cuidar dos gastos públicos

Medida vai gerar economia e melhor qualidade dos serviços prestados à população.

POLíTICA | matéria escrita em 21/02/2017 ás 16:43:00

DER atende Jean Oliveira e começa recuperação da Linha 47,5

Centenas de famílias de produtores são beneficiadas a pedido do parlamentar.

POLíTICA | matéria escrita em 21/02/2017 ás 16:35:00

Aélcio da TV faz parceria com Semed para construção de salas de aulas em escolas da capital

Atualmente Prefeitura de Porto Velho paga em média R$ 7 milhões por ano em alugueis de escolas e creches.

POLíTICA | matéria escrita em 21/02/2017 ás 16:29:00

Deputado Lazinho cobra conclusão da sede da Unisp em Jaru

Garantia é de que a obra será entregue no segundo semestre deste ano.

POLíTICA | matéria escrita em 21/02/2017 ás 16:25:00

Anderson do Singeperon apóia projetos de capacitação a servidores

Parlamentar ajudará a viabilizar a especialização lato sensu em Gestão Penitenciária.

GERAL | matéria escrita em 21/02/2017 ás 16:21:00

Eletrobras Eletronorte abre inscrições para Programa de Estágio 2017

Para jornada de 4h diárias e 20h semanais o estagiário de nível médio/nível médio técnico profissionalizante terá direito à bolsa estágio no valor de R$ 354,64...

GERAL | matéria escrita em 21/02/2017 ás 16:09:00

Incra/RO faz chamada pública a servidores da transposição

A chamada é para os servidores transpostos que tenham interesse em atuar no órgão.

GERAL | matéria escrita em 21/02/2017 ás 16:02:00

RESPONSABILIDADE FISCAL- Prefeito de Porto Velho mostra preocupações a conselheiros do Tribunal de Contas

Perspectivas sobre crescimento da folha e das despesas do Ipam foramdois exemplos relatados.

POLíTICA | matéria escrita em 21/02/2017 ás 15:55:00

Cleiton Roque provoca debate sobre segurança pública

O aumento de efetivo para as polícias Militar e Civil foram demandas apresentadas.

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2017 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com