/ GERAL /

00/00/0000 - 14h37min - Atualizado em 00/00/0000 - 14h37min

SINTERO convoca servidores que têm resíduos de FGTS para receber

Informe SINTERO

SINTERO convoca servidores que têm resíduos de FGTS para receber

O SINTERO convoca os servidores constantes da relação abaixo para que compareçam à Sede Administrativa em Porto Velho ou à qualquer Sede Regional, para receberem os resíduos do FGTS referentes à reclamação trabalhista nº 01084.2001.004.14.00-7.

Rosalva Preato – Rolim de Moura

Idalina Júlia Cardoso – Santa Luzia

Inês da Silva Araújo – Porto Velho

Donizete Dias Reis – Colorado Do Oeste

Reintegração

O SINTERO convoca os trabalhadores constantes da relação abaixo para que compareçam ao sindicato com a finalidade de tratarem da ação de reintegração (processo nº 001.2006.013020-1):

Domingos Carneiro Alves

Doralina Cordeiro da Hora

Domingos Neto Pinto

Deane Maria Costa Santos

Dalva Aguiar de Souza Drumond

Dulcelina Aparecida dos Santos

Dulce Inês Staub

Dirce Sanchez Assunção

Doralice Vicente da Silva

Dionísia Aparecida Correia

FEDERAIS

ISONOMIA

Situação de servidores não enquadrados será

discutida em audiência na 2ª Vara do Trabalho

Edital assinado pela diretora de secretaria da 2ª Vara do Trabalho de Porto Velho, Tânia Machado da Ponte, confirmou para o dia 17 de agosto, às 09:30, uma audiência de conciliação solicitada pelo SINTERO para que sejam resolvidas questões referentes aos servidores federais do ex-território não enquadrados na Lei nº 7.583/87. Várias questões sobre o enquadramento ainda estão pendentes, e delas depende a conclusão da ação da isonomia.

Apesar das adversidades o SINTERO não vai deixar de lutar pelos direitos dos servidores federais do ex-Território. Na semana passada a presidente do SINTERO, Claudir Mata, se reuniu em Brasília com o Diretor do Departamento de Relações do Trabalho do Ministério de Orçamento e Gestão, Wladimir Nepomuceno; com a Coordenadora Geral de Elaboração e Aplicação das Normas, Vânia Pliska Dias Santiago Cleto; e com a secretária Luiza Helena Barreto Nunes, para tratar da recuperação da defasagem das gratificações dos servidores federais da educação do ex-Território.

CPI contra o SINTERO é desmascarada

O SINTERO não recebeu qualquer solicitação por parte da Assembléia Legislativa, e todos os documentos até agora referidos pela CPI fazem parte da ação da isonomia e estão à disposição na Justiça do Trabalho, com cópias protocoladas na presidência da Assembléia Legislativa em 25 de abril deste ano, quando os trabalhadores em educação fizeram o Dia Estadual de paralisação em defesa e promoção da educação pública. Para a direção do SINTERO está evidente que a CPI só funciona de acordo com a conveniência do governo seguindo os interesses da assessoria do advogado Luiz Felipe Belmonte, destituído da ação da isonomia pelos próprios servidores e que mesmo assim recebeu mais de R$ 70 milhões em honorários, e que por vingança estaria financiando todo esse processo de desgaste do sindicato.

Alexandre Brito, Miguel Sena e Luiz Felipe flagrados passeando em Brasília

Na quinta-feira da semana passada o advogado Luiz Felipe, investigado pela Polícia Federal, foi visto passeando em carro de luxo em Brasília acompanhado dos deputados estaduais Miguel Sena (PV) e Alexandre Brito (PTC), os dois parlamentares que tentam acabar com a luta dos trabalhadores em educação através de uma intervenção no SINTERO.

Interesses escusos

Conforme denúncia divulgada pela CUT e pela Força Sindical os deputados estaduais Miguel Sena (PV) e Alexandre Brito (PTC) possuem interesses distintos em enfraquecer a luta dos trabalhadores em educação para em seguida tentarem tomar o sindicato da categoria. As duas centrais já denunciaram a ilegalidade da CPI com base no artigo 8º da Constituição Federal, que veda a interferência e a intervenção do poder público em sindicato. De acordo com despacho do desembargador Gabriel Marques de Carvalho, no Mandado de Segurança impetrado pelo SINTERO, “o parágrafo 3º do artigo 78 da Constituição Federal e o parágrafo 3º do artigo 36 da Constituição Estadual autorizam a CPI para fato determinado, em tese de ser investigado nas esferas dos respectivos níveis de Poderes”. O SINTERO não é órgão público, não constitui nenhum dos poderes e nem recebe recursos públicos.

A direção do SINTERO faz questão de ressaltar que não teme ser investigada nem está imune à investigação. No entanto, existem os mecanismos legais e os fóruns adequados para que qualquer dúvida sobre a gestão sindical seja esclarecida. “Os próprios filiados têm a prerrogativa de questionar, contestar e decidir em assembléia da categoria. Se ainda assim houver discordância, pode recorrer à Justiça. CPI em sindicato é inconstitucional. CPI é para investigar denúncias de malversação dos recursos públicos”, disse a presidente do SINTERO, Claudir Mata.

Miguel Sena

De acordo com as denúncias da CUT e da Força Sindical, Miguel Sena, o autor do pedido de CPI, é um dos principais aliados do governo na Assembléia Legislativa e tem como chefe de gabinete Jorge Lourenço da Silva, ex-secretário de finanças do SINTERO e derrotado nas eleições sindicais. Jorge Lourenço era um dos coordenadores das assembléias dos servidores federais ao lado de Luzineth Soares Deniz, ex-secretária de assuntos federais do SINTERO, também derrotada nas eleições. A assinatura dos dois ex-diretores consta de algumas das atas das assembléias de deliberações dos servidores federais. Com grande influência no governo, principalmente na Secretaria de Estado da Educação, Miguel Sena e Jorge Lourenço foram responsáveis pelas nomeações de vários cargos comissionados na SEDUC.

Alexandre Brito

Alexandre Brito, o relator da CPI, sempre demonstrou seu descontentamento por ter a sua empresa sido rejeitada pelos trabalhadores em educação para a administração do plano de saúde da categoria. Ainda insatisfeita em não ter o SINTERO SAÚDE sob sua administração, a AMERON, que tem como diretora geral Roberta Brito da Silva, irmã de Alexandre Brito, apresentou no dia 20/06/2007 uma nova proposta, desta vez pretendendo ganhar 8,5% do faturamento mensal do SINTERO SAÚDE e mais 20% sobre o que fosse economizado com eventual redução dos custos assistenciais.

Para a CUT e a Força Sindical, a prova mais concreta do que está por trás da CPI é o fato de que todas as informações acerca da comissão são produzidas na assessoria do advogado Luiz Felipe Belmonte, mesmo que os deputados não tenham se reunido, às vezes até sem o conhecimento dos demais membros da CPI. Para isso são utilizadas informações distorcidas dos ex-diretores do SINTERO que agora são ligados ao deputado Miguel Sena, e do advogado destituído da ação da isonomia.

Advogado denunciado

Recentemente o advogado Luiz Felipe foi denunciado em ampla reportagem da revista Época, por estar sendo investigado sob a suspeita de participação em uma tentativa de golpe contra a justiça em Brasília. O suposto golpe, segundo a revista, envolveria, ainda, o ex-senador Luiz Estevão, o ex-fugitivo Sérgio Naya e a empresa Alvoran, de Luiz Felipe, apresentada em Rondônia para tentar comprar os créditos da isonomia dos servidores federais do ex-território. O SINTERO suspeitou de tentativa de golpe contra os servidores e registrou ocorrência policial. A revolta do advogado contra o SINTERO seria porque não conseguiu manter indefinido o pagamento da ação da isonomia para continuar negociando os créditos milionários.

Os servidores federais, ao aprovarem em assembléia a substituição do advogado e os novos cálculos da ação, alegaram que já não agüentavam mais esperar e não tinham mais esperança de que receberiam o dinheiro da isonomia. Alguns faleceram sem receber o que tinham direito.

Justiça confirma legalidade das assembléias

Em sessão de julgamento realizada no dia 14 de junho de 2007, os juízes da 2º Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 14º Região decidiram por unanimidade não conhecer de um recurso ordinário e negar provimento a outro recurso, impetrados por três servidoras federais do ex-território, que queriam anular as assembléias nas quais a categoria decidiu substituir o advogado da ação e aceitar os cálculos da União para receberem a ação da isonomia. Com os recursos as servidoras Sônia Maria da Silva Araújo, Lúcia Gusmão e Luzinete Alves de Lima, pretendiam modificar as decisões da 3ª Vara do Trabalho de Porto Velho, que confirmaram a legalidade das assembléias e a legitimidade das decisões dos servidores. Os recursos tiveram como relator o juiz Domingos Sávio Gomes dos Santos e como revisor o juiz Shikou Sadahiro.

comentários

COMENTÁRIOS


Avatar de ERIVANEIDE MARIA SILVA DOS SANTOS

Postado por ERIVANEIDE MARIA SILVA DOS SANTOS em 21/03/2014 às 08:58

trabalhei, 1988 até 1997 e até hoje não recebei meus direitos já entre com perdidos mas eles ficam me enrolando , o que eu devo fazer ? já se passaram todos esses anos , me responda por favor. obrigada hoje mim encontro com problema de saúde deficiência cardíaca já passei 09 dias no UTI eu corro atrás dos meus direitos só recebo não, .não só mulher mais pra trabalhar. por favor mi ajude.

177.12.104.50
Avatar de ISMAEL CóRDOVA

Postado por ISMAEL CóRDOVA em 04/02/2014 às 15:35

Disponibilizo para os colegas que tiverem interesse em ingressar com a ação do FGTS Investimento R$ 50,00: Inicial FGTS 35 laudas, Impugnação a contestação, Contestação da caixa, Sentenças procedentes de 3 estados, Recurso inominado , Tabela Excel (aprovada pela justiça federal), e demais documentos. Ps.Envio a sentença procedente do Rio grande do Sul Peça para cordovaismael@hotmail.com Dr. Ismael Córdova

177.54.51.220
Avatar de PEDRINA DE SOUZA ALVES

Postado por PEDRINA DE SOUZA ALVES em 31/01/2014 às 15:00

Recentemente, nos noticiários foi veiculado o afastamento de alguns juizes e funcionários do judiciário por falcatrua no recurso destinado ao pagamento da Isonomia. Há muito tempo esperamos a devolução do valor retido do IR retido na justiça. Por que o SINTERO não se pronuncia a respeito desses assuntos? Se houve afastamento de juiz e funcionarios é pq foi comprovado o roubo. È no mínimo estranho os dois sindicatos estarem caladinhos. Ao invés disto, deveria sim, devolver o que a nós é devido. Dignidade já!!!!!!!

201.2.60.147
Avatar de DR. AULISSON

Postado por DR. AULISSON em 30/01/2014 às 11:15

Olá nobres colegas advogados. Disponibilizo material jurídico para ajuizamento acerca da Ação FGTS, com modelos e documentação suporte, inclusive com sentença procedente, e recursos às instâncias superiores. Valores do mesmo e maiores informações: lissonp@gmail.com

200.175.100.100
Avatar de MARCILENI

Postado por MARCILENI em 17/12/2013 às 12:20

Gostaria que o sindicato me informasse se minha mãe já falecida, teria alguma ação no sintero que esteja pendente, ou seja ela tem algum dinheiro que os herdeiros possa receber?

186.218.111.187
Avatar de ALBERTO DA SILVA

Postado por ALBERTO DA SILVA em 16/12/2013 às 12:54

Estou aguardando o pagamento da multa da isonomia dos tecnicos que ainda ficaram para receber devido a fraude tem algo a me dizer quando receberemos e o que esta faltando para recebermos.

200.129.140.25
Avatar de ROSA

Postado por ROSA em 11/12/2013 às 06:48

trabalhei ,1990a 1991 quase um ano como emergencial e até hoje naõ recebi o meus direito ja entre com um pedido mas eles ficam me enrolando, o que eu devo fazer,ja se passaram todos esses anos ,me responda por favor OBRIGADO

179.250.68.9
Avatar de MARIA DE FATIMA FER. MAC.

Postado por MARIA DE FATIMA FER. MAC. em 26/09/2013 às 15:18

como devo fazer para receber a isonomia não recebemos ainda. no caso minha mãe já faleceu e nos não sabíamos que este dinheiro existia. não recebemos nem um aviso. por favor agora sabemos que este dinheiro existe. e que e por direito pertence aminha finada mãe nos herdeiros temos o direito saber como fazer para receber este dinheiro o que e preciso. por favor me responda. obrigado. por favor preciso saber como devo fazer para receber a isonomia da minha mãe pois so agora eu fiquei sabendo. por favor por onde devo começa quais documentos precisa. por favor me ajude. obrigada.

189.74.38.225
Avatar de PAULO SERGIO MORAES

Postado por PAULO SERGIO MORAES em 14/08/2013 às 07:31

É vergonhosa a forma como os servidores da Educação são tratados nos órgãos público aos quais estão vinculados. Sou da turma de 1981 e me sinto num caldeirão de chamas em função dos acontecimentos que nos envolvem desde 89 quando descobrimos essa diferença entre os agente administrativos há epoca e nós por sermos de Rondônia, com as mesmas competencias e funções definidas em lei. Mas sempre é assim. Tem companheiros necessitando dessa ação para postular sua aposentadoria e dar vaga a outros que poderam entrar por concurso público e iventam essa de CNJ para atrasar nossa vidas. Basta! Nós não estamos aqui para fazer careta para essa gente que ao nosso ver, somente estão aqui em função das gordas diárias e as estadias em Hoteis de Luxo. Vá você servidor fazer curso em Brasília. É pensão e olhe lá. Mas DEUS é verdadeiro e temos certeza que o Senhor Meritissimo Juiz da Vara de Trabalho do nosso TRT 14ª Região, ouvirar o clamor desse povo que lutou muito como desbravadores que somos e definirá no dia 17.08.2013. Aqui fica registrado a minha insatisfação com o atraso desses anos todos de puro sofrimento. Paulo Sérgio Daves de Moraes Servidor da PFN/RO.

189.9.73.122
Avatar de ELISANGELA.OLIVEIRA

Postado por ELISANGELA.OLIVEIRA em 02/07/2013 às 16:47

gostaria de saber como fica a situação dos restantes dos servidores que ainda não foram reintegrados

200.140.169.237
Avatar de MARIA AMTEUS

Postado por MARIA AMTEUS em 24/05/2013 às 14:46

gostaria de saber como fica a situaçao dos restantes dos servidores que ainda nao foram reintegrados

187.4.130.170
Avatar de ROSELI C. SILVA

Postado por ROSELI C. SILVA em 20/05/2013 às 17:52

comecei a trabalhar em março de 89 e tomei posse em outubro do mesmo ano em 89,qual o que devo fazer,aguardo resposta

177.22.101.173
Avatar de MARIA HELENA

Postado por MARIA HELENA em 15/05/2013 às 18:50

trabalei desde 1989 ate 1999, não depositou o FGTS, qual a providencia a ser tomada,na epoca da demisão entrei com processo para receber o dinheiro ,mas a seduc não pagou alegando que meu contrato tava nulo. brincadeira né

177.1.101.107
Avatar de MARIA HELENA

Postado por MARIA HELENA em 15/05/2013 às 18:35

trabalhei no estado ,no ano de 1989 ate 1999, fui demitida meu FGTS , nunca foi depositado, quais as providencias que o sintero vai tomar. fico aguardadndo resposta.

177.1.101.107
Avatar de VILMA DE JESUS DE ASSIS

Postado por VILMA DE JESUS DE ASSIS em 11/05/2013 às 20:12

trbalhei em 89 até novembro,contrato hora aula e depois tomei posse, mas nunca recebi o acerto do tempo trabalhado. Que providências tomar?

186.197.15.151
Avatar de IVANILDA MARTINS

Postado por IVANILDA MARTINS em 30/04/2013 às 22:33

gostaria de saber porque é que eu não recebo nem licença premios e nem progressão funcional?

201.24.57.80
Avatar de ERIVANEIDE MARIA SILVA DOS SANTOS

Postado por ERIVANEIDE MARIA SILVA DOS SANTOS em 11/04/2013 às 10:08

cadê meu FGTS? ATÉ AGORA NUNCA RECIBEI. EU ERA FUNCIONÁRIO DE 1987 ATÉ 1997.FUI DEMITIDA.

187.40.147.250
Avatar de MARIA ONEIDE OLIVEIRA DO NASCIMENTO

Postado por MARIA ONEIDE OLIVEIRA DO NASCIMENTO em 26/02/2013 às 08:43

eu gostaria de saber quando e que vai sair a nossa isonomia ja está na ora de o sintero da uma posição para todos nós federais que ja estamos a muito tempo esperando receber eata isonomia muitos ja moreram ater quando vamos esperar? isto e uma falta de consideração com os servidores que tanto temos trabalhado.

201.34.31.172
publicidade
GERAL | matéria escrita em 29/07/2014 ás 11:27:00

Loteamentos irregulares são alvo de ação pelo Ministério Público do Estado de Rondônia

A ação foi ajuizada após instauração de inquérito civil público para apurar a regularidade ambiental e urbanística dos loteamentos existentes no município.

POLíTICA | matéria escrita em 29/07/2014 ás 08:26:00

Transposição embaralhou por negligência do governo Confúcio, diz senador

Para ele , a solução ideal para agilizar os processos seria a criação de uma Central Administrativa da Transposição com servidores, técnicos e procuradores que atuam em Rondônia.

GERAL | matéria escrita em 28/07/2014 ás 18:45:00

Procurador-geral é a favor da criminalização da homofobia

Segundo Janot, a homofobia deve ser tratada como crime de racismo até que o Congresso Nacional aprove uma lei específica para disciplinar as punições.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 28/07/2014 ás 18:26:00

Divulgado resultado final do concurso para estagiário do TJRO

Foram oferecidas vagas para acadêmicos matriculados a partir do 3º período que fazem os cursos de Administração, Arquitetura, Ciências Contábeis, Comunicação Social, Direito, Economia...

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 28/07/2014 ás 18:25:00

Mantida sentença condenatória de réu que ameaçou e ateou fogo na residência de ex-companheira

Em seu recurso o réu buscou a absolvição por insuficiência de provas para a condenação, com relação ao crime de ameaça.

GERAL | matéria escrita em 28/07/2014 ás 18:20:00

Presidente do TRE-RO destaca o alto custo de uma eleição durante palestra em Vilhena

Segundo o Desembargador, o país tem a melhor eleição do mundo, quando o quesito é apuração de votos, agilidade na divulgação e transparência.

GERAL | matéria escrita em 28/07/2014 ás 18:16:00

MP discute alternativas para realização do Arraial Flor do Maracujá

Durante a reunião, o Procurador-Geral de Justiça, Héverton Alves de Aguiar, afirmou não ser contrário à realização do evento

GERAL | matéria escrita em 28/07/2014 ás 18:15:00

MP instaura inquérito para promover a instalação de colônia agrícola em Buritis

O inquérito foi instaurado pela Promotora de Justiça Marlúcia Chianca de Morais, da Promotoria de Justiça da Comarca de Buritis.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 28/07/2014 ás 17:55:00

CNJ entrega relatórios dos mutirões carcerários ao TJAM e ao TJRO

O CNJ recomendou ao Judiciário amazonense a reestruturação das varas criminais da capital e do interior, a instalação de mais equipamentos de informática.

GERAL | matéria escrita em 28/07/2014 ás 17:54:00

Começa prazo para partidos e candidatos prestarem contas à Justiça Eleitora

Cabe ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e aos tribunais regionais eleitorais julgar as informações fornecidas. A Justiça Eleitoral poderá aprovar as contas.

GERAL | matéria escrita em 28/07/2014 ás 17:52:00

No Dia Mundial de Combate às Hepatites, especialistas alertam sobre a doença

Os tipos B e C, mais virulentos – que têm como principal forma de transmissão o contato com sangue e as relações sexuais

GERAL | matéria escrita em 28/07/2014 ás 17:51:00

Novo medicamento é esperança de cura para pacientes com hepatite C

A hepatite D é menos comum e depende da presença do vírus do tipo B para a infecção.

GERAL | matéria escrita em 28/07/2014 ás 17:50:00

MP recomenda a empresários de Rolim que obedeçam à Lei da Meia-Entrada

A emissão da recomendação foi motivada por denúncias de cerceamento do direito à meia-entrada durante a Exposição Agropecuária da cidade,

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 28/07/2014 ás 16:45:00

Fábrica da Coca-Cola em Rondônia é condenada a indenizar trabalhador por constrangimentos

A equipe que não atingisse a meta era atacada com gritos, as mesas eram viradas, eram submetidos a um “corredor polonês” e também era utilizado um bastão, em forma do órgão genital ...

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 28/07/2014 ás 16:34:00

Alimentos provisórios são devidos até a sentença que os reduziu ou cassou

Em ação de execução de alimentos, o TJSP exonerou o alimentante do pagamento de alimentos provisórios fixados antes da prolação da sentença que os extinguiu. A alimentanda recorreu.

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2012 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com