29/06/2011 - 17h08min - Atualizado em 29/06/2011 - 17h08min

Cinco mil professores terão redução de salário em Rondônia

Alguns professores terão seu salarário reduzido em até mil reais. A decisão é do Pleno do Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia, que declarou inconstitucional uma Lei sobre salários da educação.

Mais de três mil professores estaduais estão prejudicados e perderão parte de seus salários, em decorrência de ação judicial inconseqüente do Sintero. O anúncio foi feito pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Valter Araújo (PTB), durante pronunciamento na sessão plenária desta quarta-feira (29). Parlamentares criticaram as gestões do diretor de Recursos Humanos da Sead, da secretária-adjunta de Administração e da procuradora geral-adjunta do Estado, por atuarem sistematicamente de forma a prejudicar os servidores, a exemplo de casos envolvendo policiais civis, militares e agora os professores.

O deputado Valter Araújo manifestou sua preocupação com relação a recente decisão do Tribunal de Justiça que declarou inconstitucional parte da Lei 420, referente ao Plano de Carreira, Cargos e Salários dos Trabalhadores da Educação, e desta forma, acabando com o sistema de mudança de nível dos professores.

Para o deputado, o caso é grave, pois artigos da Lei 420/2008, que trata do PCCS dos funcionários da educação, foram considerados inconstitucional, graças a ação impetrada pelo Sindicato dos Trabalhadores da Educação no Estado de Rondônia-Sintero. “O Sintero entrou na justiça contra o governo e a Assembléia Legislativa, alegando uma série de questões, e dentre estas, a forma de mudança de nível dos professores”, declarou.

O processo foi julgado pelo juiz de direito Francisco Prestello que admitiu em sua sentença a inconstitucionalidade de parte da lei e remeteu ao pleno do Tribunal de Justiça, que julgou inconstitucional artigos do PCCS da Educação, no tocante a parte que regula a forma de promoção, confirmando a decisão do magistrado.

De acordo com o deputado Valter Araújo, são mais de 3.500 professores atingidos pela medida, que amargarão a redução salarial por mudança de nível. No caso do nível 1 para o nível 2 calcula-se uma perda de R$ 1.000,00 e do nível 2 para o nível 3, cerca de R$ 500,00. Explicou ele, que o desconto terá que ser feito para cumprimento da decisão judicial.

Em aparte, o deputado Neodi Carlos (PSDC), criticou a ação do Sintero, que ao invés de ajudar acabou mesmo foi prejudicando os servidores e que poderá provocar um colapso no setor educacional. Já a deputada estadual Epifânia Barbosa (PT) lamentou que os trabalhadores tenham se esforçado em busca de suas qualificações, através de graduação de nível superior, e agora não possam desfrutar desta conquista, mas salientou que o governo do Estado pode perfeitamente reverter esta situação.

Críticas a Sead

Ainda durante pronunciamento, o deputado Valter Araujo criticou as ações do diretor de Recursos Humanos da Secretaria Estadual da Administração que em conjunto com a procuradora geral-adjunta do Estado, segundo o parlamentar, estão atuando sistematicamente de forma a prejudicar o funcionalismo público, buscando “chifre em cabeça de cavalo”, e ao invés de resolver demandas, atuam no sentido de criar mais problemas para o Governo Estadual.

Complementou o presidente da Assembleia, que o diretor do RH da Sead, vem agindo no sentido de retirar vantagens e gratificações de professores por titulação, despachando os processos com cópia de decisão judicial de primeira instância. “Parece que ele trabalha em favor do caos e já está criando dificuldades também para os policiais civis e militares”, disse o parlamentar.

O deputado estadual Jesualdo Pires (PSB), em aparte, aventou a possibilidade até mesmo dos professores serem mais penalizados, perdendo além da redução salarial, e ainda serem obrigados a devolver dinheiro recebido proveniente desta progressão. O parlamentar também se manifestou a respeito da conduta da secretária-adjunta da Sead, psicóloga Carla Mitsue Ito, pois sempre que aparece notícias envolvendo seu nome, são em casos graves.

Ainda de acordo com Jesualdo Pires a secretaria-adjunta da Sead já deveria ter sido afastada do governo, diante das denúncias de que teria falsificado documentos oficiais, para respaldar sua eventual adesão ao programa de transposição para os quadro da União, apesar de ter rompido vinculo contratual com o Estado há mais de oito anos. Carla Mitsue Ito ocupa pela primeira vez um cargo público, e anteriormente atuava na iniciativa privada através da empresa Banco de Gente no recrutamento e seleção de pessoal para empresas.

Valter Araújo disse que o diretor do RH que segundo notícias é namorado ou marido da procuradora adjunta da PGE, junto com esta autoridade, estão provocando o caos. Com relação a psicóloga Carla Mitseu, disse o presidente da Ale: “a secretária-adjunta da Sead está afastada há oito anos, e agora da entrada de documento, visando a transposição. Existe notícia de adulteração de documentos, para garantir sua transposição, não tendo desta forma respaldo moral para permanecer no cargo”.

Cobranças ao governo

Apesar da gravidade do caso o que poderá acarretar uma paralisação sem precedentes da rede pública de ensino, o deputado Valter Araujo lamentou que até o momento o Governo Estadual não tenha tomado uma posição para resolver este problema, pois certamente ninguém vai aceitar pacificamente ter salário reduzido. “É preciso respeitar direito adquirido e a questão social, levando em conta a sobrevivência desses trabalhadores. É preciso buscar alternativa de forma urgente”, declarou.

Autor e Fonte: DEPARTAMENTO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DA ASSEMBLEIA

comentários

COMENTÁRIOS


Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook

publicidade
GERAL | matéria escrita em 15/04/2014 ás 18:26:00

Tributos ao Capital Inicial e O Rappa no Grego Original Pub

Em virtude do feriado da sexta-feira santa, a casa não abrirá, mas em compensação a casa retornará no sábado de aleluia com três apresentações de banda de rock locais.

GERAL | matéria escrita em 15/04/2014 ás 17:09:00

Fecomércio inicia discussão da Reconstrução de Rondônia-Pós Cheia

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Rondônia reúne setores produtivos, parlamentares e lideranças para discutir reconstrução de Rondônia e Acre.

GERAL | matéria escrita em 15/04/2014 ás 16:29:00

Primeiros servidores da Polícia Civil estão na folha de abril do Governo Federal

De acordo com a SAMF, já receberão seus salários pelo governo federal os 32 servidores que integram a primeira publicação do Diário Oficial da União.

GERAL | matéria escrita em 15/04/2014 ás 15:27:00

CRMV-RO alerta para o perigo pós- enchente

A situação de calamidade pública em Porto Velho já foi reconhecida pelo governo federal. Até o momento já foram confirmados 17 casos de leptospirose.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 15/04/2014 ás 15:25:00

Volume de processos novos impede Justiça de reduzir quantidade de ações

“O Setor Público é responsável por 51% das demandas judiciais em tramitação no País”.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 15/04/2014 ás 15:24:00

Condenação de assassinos de juíza garante Estado de Direito

O presidente do Conselho Federal da OAB, Marcus Vinicius Furtado Coêlho, ressaltou a importância da atuação dos advogados de acusação. “

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 15/04/2014 ás 15:22:00

OAB sugere criação do Diário Eletrônico da entidade

Marcus Vinicius Furtado Coêlho, presidente nacional da OAB, ressalta benefícios que a criação de mais um meio oficial trará.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 15/04/2014 ás 15:19:00

Consorciados que se retiram antecipadamente de grupo devem receber saldo do fundo de reserva

No entanto, como lembra a ministra, o recebimento de tais valores não se dá de imediato, e sim em até 30 dias a contar do prazo previsto contratualmente para o encerramento do plano.

POLíTICA | matéria escrita em 15/04/2014 ás 15:10:00

Deputado critica fechamento de bases da PM nos bairros da periferia de Porto Velho

De acordo com o presidente da ALE, " enquanto o governo vinha se preocupando em perseguir adversários políticos, as sedes das bases comunitárias da PM foram abandonadas".

POLíTICA | matéria escrita em 15/04/2014 ás 14:26:00

Justiça obriga Donadon a usar tornozeleira; veja íntegra da decisão

Ex-deputado estadual vai para o regime semi-aberto por bom comportamento.

GERAL | matéria escrita em 15/04/2014 ás 13:35:00

Havan Porto Velho contrata Assistente de RH

O interessado precisa ter disponibilidade para trabalhar nos fins de semana e fazer treinamento em outra filial.

POLíTICA | matéria escrita em 15/04/2014 ás 13:28:00

Edwilson Negreiros e Ceará Miséria são condenados a 2 anos e meio de cadeia

Edwilson Negreiros e Ceará Miséria foram denunciados ao TRE através do disque denúncia 148 e presos em flagrantes no dia 7 de setembro de 2012, 28 dias antes das eleições.

POLíTICA | matéria escrita em 15/04/2014 ás 12:47:00

Eleições 2014: prazo para fazer inscrição eleitoral termina em 7 de maio

Também termina no dia 7 de maio o prazo para o eleitor com deficiência ou mobilidade reduzida solicitar a transferência do local de votação para uma Seção Eleitoral Especial.

POLíTICA | matéria escrita em 15/04/2014 ás 12:37:00

Raupp pede à ministra Ana Arraes do TCU celeridade no processo da Transposiç​ão

A ministra Ana Arraes assegurou ao senador Raupp que vai dar agilidade na liberação de seu parecer, encurtando o prazo concedido pela corte de contas.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 15/04/2014 ás 11:02:00

Rondônia: Empresa de telefonia é condenada a indenizar cliente

De acordo com o relatório, a cliente afirma que teve o nome inscrito em cadastro de inadimplentes pela empresa, todavia, não tinha conhecimento da origem do débito.

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2012 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com