29/06/2011 - 17h08min - Atualizado em 29/06/2011 - 17h08min

Cinco mil professores terão redução de salário em Rondônia

Alguns professores terão seu salarário reduzido em até mil reais. A decisão é do Pleno do Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia, que declarou inconstitucional uma Lei sobre salários da educação.

Mais de três mil professores estaduais estão prejudicados e perderão parte de seus salários, em decorrência de ação judicial inconseqüente do Sintero. O anúncio foi feito pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Valter Araújo (PTB), durante pronunciamento na sessão plenária desta quarta-feira (29). Parlamentares criticaram as gestões do diretor de Recursos Humanos da Sead, da secretária-adjunta de Administração e da procuradora geral-adjunta do Estado, por atuarem sistematicamente de forma a prejudicar os servidores, a exemplo de casos envolvendo policiais civis, militares e agora os professores.

O deputado Valter Araújo manifestou sua preocupação com relação a recente decisão do Tribunal de Justiça que declarou inconstitucional parte da Lei 420, referente ao Plano de Carreira, Cargos e Salários dos Trabalhadores da Educação, e desta forma, acabando com o sistema de mudança de nível dos professores.

Para o deputado, o caso é grave, pois artigos da Lei 420/2008, que trata do PCCS dos funcionários da educação, foram considerados inconstitucional, graças a ação impetrada pelo Sindicato dos Trabalhadores da Educação no Estado de Rondônia-Sintero. “O Sintero entrou na justiça contra o governo e a Assembléia Legislativa, alegando uma série de questões, e dentre estas, a forma de mudança de nível dos professores”, declarou.

O processo foi julgado pelo juiz de direito Francisco Prestello que admitiu em sua sentença a inconstitucionalidade de parte da lei e remeteu ao pleno do Tribunal de Justiça, que julgou inconstitucional artigos do PCCS da Educação, no tocante a parte que regula a forma de promoção, confirmando a decisão do magistrado.

De acordo com o deputado Valter Araújo, são mais de 3.500 professores atingidos pela medida, que amargarão a redução salarial por mudança de nível. No caso do nível 1 para o nível 2 calcula-se uma perda de R$ 1.000,00 e do nível 2 para o nível 3, cerca de R$ 500,00. Explicou ele, que o desconto terá que ser feito para cumprimento da decisão judicial.

Em aparte, o deputado Neodi Carlos (PSDC), criticou a ação do Sintero, que ao invés de ajudar acabou mesmo foi prejudicando os servidores e que poderá provocar um colapso no setor educacional. Já a deputada estadual Epifânia Barbosa (PT) lamentou que os trabalhadores tenham se esforçado em busca de suas qualificações, através de graduação de nível superior, e agora não possam desfrutar desta conquista, mas salientou que o governo do Estado pode perfeitamente reverter esta situação.

Críticas a Sead

Ainda durante pronunciamento, o deputado Valter Araujo criticou as ações do diretor de Recursos Humanos da Secretaria Estadual da Administração que em conjunto com a procuradora geral-adjunta do Estado, segundo o parlamentar, estão atuando sistematicamente de forma a prejudicar o funcionalismo público, buscando “chifre em cabeça de cavalo”, e ao invés de resolver demandas, atuam no sentido de criar mais problemas para o Governo Estadual.

Complementou o presidente da Assembleia, que o diretor do RH da Sead, vem agindo no sentido de retirar vantagens e gratificações de professores por titulação, despachando os processos com cópia de decisão judicial de primeira instância. “Parece que ele trabalha em favor do caos e já está criando dificuldades também para os policiais civis e militares”, disse o parlamentar.

O deputado estadual Jesualdo Pires (PSB), em aparte, aventou a possibilidade até mesmo dos professores serem mais penalizados, perdendo além da redução salarial, e ainda serem obrigados a devolver dinheiro recebido proveniente desta progressão. O parlamentar também se manifestou a respeito da conduta da secretária-adjunta da Sead, psicóloga Carla Mitsue Ito, pois sempre que aparece notícias envolvendo seu nome, são em casos graves.

Ainda de acordo com Jesualdo Pires a secretaria-adjunta da Sead já deveria ter sido afastada do governo, diante das denúncias de que teria falsificado documentos oficiais, para respaldar sua eventual adesão ao programa de transposição para os quadro da União, apesar de ter rompido vinculo contratual com o Estado há mais de oito anos. Carla Mitsue Ito ocupa pela primeira vez um cargo público, e anteriormente atuava na iniciativa privada através da empresa Banco de Gente no recrutamento e seleção de pessoal para empresas.

Valter Araújo disse que o diretor do RH que segundo notícias é namorado ou marido da procuradora adjunta da PGE, junto com esta autoridade, estão provocando o caos. Com relação a psicóloga Carla Mitseu, disse o presidente da Ale: “a secretária-adjunta da Sead está afastada há oito anos, e agora da entrada de documento, visando a transposição. Existe notícia de adulteração de documentos, para garantir sua transposição, não tendo desta forma respaldo moral para permanecer no cargo”.

Cobranças ao governo

Apesar da gravidade do caso o que poderá acarretar uma paralisação sem precedentes da rede pública de ensino, o deputado Valter Araujo lamentou que até o momento o Governo Estadual não tenha tomado uma posição para resolver este problema, pois certamente ninguém vai aceitar pacificamente ter salário reduzido. “É preciso respeitar direito adquirido e a questão social, levando em conta a sobrevivência desses trabalhadores. É preciso buscar alternativa de forma urgente”, declarou.

Autor e Fonte: DEPARTAMENTO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DA ASSEMBLEIA

comentários
publicidade

COMENTÁRIOS


Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook

publicidade
RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 19/12/2014 ás 12:48:00

Poder Judiciário de Rondônia atende em regime plantão a partir do dia 20

Durante o período de recesso forense, ficam suspensos os prazos processuais, inclusive nos Juizados Especiais e na Turma Recursal, exceto em relação à matéria criminal.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 19/12/2014 ás 12:39:00

TJ atende OAB/RO e suspende prazos processuais de 7 a 16 de janeiro

Suspensão de prazos garante férias aos advogados de Rondônia, um dos maiores anseios da classe.

POLíTICA | matéria escrita em 19/12/2014 ás 12:35:00

Governo diz que ajusta regime próprio do Iperon para melhorar gestão de recursos

A medida credencia ainda o governo a receber empréstimos e financiamentos, avais e subvenções em geral de órgãos ou entidades da administração direta e indireta federais.

POLíTICA | matéria escrita em 19/12/2014 ás 12:29:00

Confúcio descumpre lei e presidente da Assembleia cancela viagem

Denúncias do deputado levaram à descoberta de uma organização criminosa que seria chefiada pelo próprio Confúcio Moura, por isso ele receia que esteja correndo risco de morte.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 19/12/2014 ás 12:28:00

Turma mantém valor de indenização a empregado destratado ao retornar do velório de colega

Mesmo liberado pela chefia para comparecer, ouviu do supervisor que "não valia o salário que recebia e que seu trabalho não tinha nenhum valor para a empresa".

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 19/12/2014 ás 11:54:00

Juízes devem emitir sentenças por ordem cronológica com novo CPC

A sequência cronológica tem como objetivo evitar que interesses externos possam influenciar a ordem dos julgamentos.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 19/12/2014 ás 11:51:00

Conheça os principais pontos do novo CPC

Prisão: é mantida a prisão fechada para o devedor de pensão, mas agora com a garantia de que ficará separado dos presos comuns.

POLíTICA | matéria escrita em 19/12/2014 ás 11:40:00

Além de Confúcio, deputados estaduais e secretários também tiveram aumento salarial

Os secretários estaduais passarão a receber R$ 18.680,00 (dezoito mil, seiscentos e oitenta reais).

POLíCIA | matéria escrita em 19/12/2014 ás 11:33:00

PFcumpre Mandado de Busca e apreensão e encontra vídeo de crianças fazendo sexo

O monitoramento de transmissão desse vídeo indicava que ele tinha vindo do Nordeste para esse rapaz, residente em Ji-Paraná.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 19/12/2014 ás 11:20:00

Em Rondônia, MPF denuncia fraude com recursos do Ministério da Saúde

Prejuízo aos cofres públicos atingiu meio milhão de reais.

GERAL | matéria escrita em 19/12/2014 ás 11:16:00

Aeronáutica abre 36 vagas para Controlador de Tráfego Aéreo

As inscrições ocorrerão de 8 a 20 de janeiro de 2015.

GERAL | matéria escrita em 19/12/2014 ás 10:54:00

ADERCO, a gigante canadense dos aditivos para combustíveis, abre representação em RO

Além de aperfeiçoar o funcionamento de motores e máquinas, a ADERCO tem por objetivo diminuir o impacto da emissão dos gazes no meio ambiente.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 19/12/2014 ás 10:24:00

Ideal Eletromóveis indenizará mulher cobrada por engano no meio da rua e humilhada por funcionário

Mulher não devia nada , mas, ao passar em frente à loja, foi abordada por funcionário que a chamou de caloteira e fez ameaças de tomar uma geladeira que ela nunca comprou.

GERAL | matéria escrita em 19/12/2014 ás 09:25:00

Com presídios sucateados, fim da revista íntima coloca em risco a vida de presos, servidores e da própria sociedade

Pedido de Providências foi entregue pelo Singeperon ao Judiciário e Estado alertando para a impossibilidade de cumprir a decisão sem os meios necessários para realizar as revistas de forma segura.

POLíTICA | matéria escrita em 19/12/2014 ás 09:21:00

POLÍTICA SEM CENSURA - DAVI NOGUEIRA

Quando r>g... você se lascou!!!

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2012 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com