05/12/2016 - 07h54min - Atualizado em 05/12/2016 - 07h54min

Ministério da Educação quer lançar consulta pública sobre mudanças no Enem

Segundo ministro Mendonça Filho, governo pode discutir mudanças como aplicação da prova em um único dia.

Paulo Victor Chagas – Repórter da Agência Brasil

 

Brasília - A presidente do Inep, Maria Inês Fini, o ministro da Educação, Mendonça Filho, e a secretária executiva do MEC, Maria Helena Guimarães, falam à imprensa sobre o Enem (Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

Marcello Casal Jr/Agência Brasil

O ministro da Educação, Mendonça Filho, disse que estuda lançar uma consulta pública sobre o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Segundo ele, o objetivo é receber sugestões para melhorar a aplicação do exame, cuja segunda aplicação ocorreu neste fim de semana. O governo pretende elaborar as questões ainda este mês e publicar as linhas gerais do debate em janeiro de 2017.

De acordo com o ministro, ainda não é possível prever que mudanças serão efetivamente discutidas. Ele, no entanto, não descartou que a sociedade seja consultada sobre, por exemplo, a possibilidade de o Enem ocorrer apenas em um dia.

“Não temos ainda quadro de perguntas que podem ser feitas, que podem nortear o caminho a ser discutido.A temática não pode ser tão abrangente que termine virando algo difícil de coletar por aqueles que participam do Enem”, ponderou.

Mendonça Filho explicou que a intenção é promover um debate de forma democrática para que futuras decisões não sejam criticadas como tomadas “entre quatro paredes”. “A Base Nacional Comum Curricular será algo levado em conta não em 2017 porque ela não estará pronta, mas desejamos que o Enem de 2018 possa ter conteúdo conectado inteiramente com a base que, espero, será homologada no próximo ano”, disse o ministro.

Neste fim de semana, mais de 270 mil candidatos foram convocados para o exame, após o adiamento de parte da aplicação devido aos mais de 400 locais de prova que estavam ocupados em novembro, quando 5,8 milhões de inscritos fizeram o Enem. O alto índice de abstenções, não somente em 2016, mas em outras edições, foi mencionado por Mendonça Filho como um dos temas que pode ser abordado na consulta.

“Não quero antecipar nenhuma decisão em relação a 2017. [A consulta] será aberta em janeiro para que todos que queiram colaborar e sugerir aprimoramento, possam fazê-lo, para que o Enem próximo ano seja melhor que 2016”, afirmou.

Fraudes em anos anteriores

De acordo com a presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Maria Inês Fini, o órgão está repassando a diferentes universidades os nomes de 16 estudantes que fraudaram as provas em edições anteriores. Um aluno de medicina, cujo nome não foi divulgado, deve ser expulso da sua faculdade por ter se beneficiado de fraudes para ser admitido no Sistema de Seleção Unificada.

Sobre os R$ 10,5 milhões gastos com a aplicação deste fim de semana, o ministro afirmou que os dados serão encaminhados à Advocacia-Geral da União (AGU) caso o governo decida processar movimentos ou pessoas que participaram das ocupações.

Os gabaritos das provas serão divulgados na quarta-feira (7) na página do participante e por meio do aplicativo Enem 2016. Os resultados estarão disponíveis para todos os candidatos em 19 de janeiro.

Leia também:

comentários

COMENTÁRIOS


Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook

publicidade
RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 24/01/2017 ás 11:36:00

Professor acusado de pedofilia tem liminar negada

Um professor de informática acusado de prática de pedofilia contra aluno de 13 anos deve continuar preso preventivamente.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 24/01/2017 ás 11:34:00

Valor do DPVAT será descontado de indenização a idosa que se acidentou em ônibus

O juiz de primeira instância julgou improcedente o pedido de indenização.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 24/01/2017 ás 11:32:00

Defensor público só pode ser designado após esgotamento de tentativas de localizar acusado

A presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministra Laurita Vaz, deferiu pedido de liminar para determinar a realização de diligências para localizar uma mulher acusada de cometer crimes de injúria e difamação.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 24/01/2017 ás 11:31:00

Furto de celular em hospital não gera dano moral

O furto de aparelho celular do paciente no interior do hospital onde estava internado não é suficiente para gerar dano moral.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 24/01/2017 ás 11:25:00

Presidente do TJRO apresenta relatório de atividades da presidência no ano de 2016

A maioria das propostas do Plano de Gestão do Biênio 2016-2017 foi cumprida e as demais estão em andamento.

POLíTICA | matéria escrita em 24/01/2017 ás 11:19:00

Desembargador do TJ manda autos para Vilhena e ex-prefeito deve retornar à cidade 

Rover passa a responder a processo em primeira instância.

GERAL | matéria escrita em 24/01/2017 ás 11:14:00

Rondônia participa de debate sobre a erradicação do trabalho escravo no Brasil

Um novo passo foi dado na direção da erradicação do trabalho escravo no Brasil.

GERAL | matéria escrita em 24/01/2017 ás 11:10:00

Seduc abre mais de quatro mil vagas para novos alunos em Ji-Paraná e região

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) abriu 4.321 vagas para novos alunos que desejar estudar na rede pública estadual a partir deste ano.

GERAL | matéria escrita em 24/01/2017 ás 11:04:00

Hospital Infantil Cosme e Damião recebe demanda de postos de saúde

Unidade deveria atender apenas alta complexidade.

GERAL | matéria escrita em 24/01/2017 ás 11:00:00

Estado assume gestão do Museu Histórico de Guajará-Mirim

O governo de Rondônia está reordenando o Museu Histórico de Guajará-Mirim para atendimento ao público. As novas adequações e serviços passarão a funcionar a partir de fevereiro.

POLíTICA | matéria escrita em 24/01/2017 ás 10:57:00

Deputado estadual Anderson Pereira parabeniza Porto Velho pelos 102 anos

Leia a mensagem.

POLíTICA | matéria escrita em 24/01/2017 ás 10:53:00

Nomeações, apesar de tudo

Por Valdemir Caldas

POLíTICA | matéria escrita em 24/01/2017 ás 10:50:00

Feriado de quê mesmo?

Por ​Professor Nazareno

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 24/01/2017 ás 10:45:00

Justiça Federal atende OAB e determina aplicação correta de recursos dos fundos de telecomunicações

O processo contra a União e a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) foi apresentado por provocação do presidente nacional da Ordem, Claudio Lamachia.

GERAL | matéria escrita em 24/01/2017 ás 10:41:00

Defensoria e Sejus iniciam mutirão carcerário na próxima semana

A decisão foi tomada na manhã de segunda-feira, durante reunião com o Governador, secretariado e instituições que compõem o Sistema de Justiça.

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2016 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com