/ GERAL /

00/00/0000 - 15h01min - Atualizado em 00/00/0000 - 15h01min

RONDÔNIA: SEDUC NEGA DESVIO DE RECURSOS DO FUNDEF

Seduc garante transparência com recursos do Fundef

O governo de Rondônia, por intermédio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), em face de denúncia publicada na mídia impressa, esclarece que não são verdadeiras as informações prestadas pelo senhor Domingos Borges da Silva, alegando que a Secretaria teria supostamente desviado recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento e Valorização do Magistério (Fundef), por meio de contrato firmado com a empresa Rocha Segurança e Vigilância Ltda.

De acordo com a LDB ( Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional), os valores empenhados pela Seduc para garantir a segurança das escolas da rede estadual, em contrato firmado com a empresa Rocha Segurança e Vigilância Ltda, encontra-se dentro do percentual estabelecido pelas normas da LDB, conforme mostram relatórios internos em poder da Seduc.

O secretário de Educação de Rondônia, professor Edinaldo da Silva Lustoza, diferente do que informou o denunciante, esclareceu que os números apresentados pelo veiculo de comunicação que deu espaço à “suposta denúncia” são contraditórios, afirmando que, a Rocha Segurança e Vigilância Ltda, atende a rede estadual de ensino com um total de 385 postos, conforme contrato n° 104/PGE/2006 celebrado entre a Seduc e a empresa Rocha Segurança e Vigilância Ltda.

Ainda sobre os postos atendidos pela empresa, Lustoza esclarece que “os postos de 24 horas equivale a um total de quatro vigilantes e o de 12 horas, correspondem a um total de dois vigilantes”, observou o secretário, lembrando que a denúncia confunde postos atendidos e números de vigilantes contratados pela empresa prestadora de serviços. “È impossível que um vigilante fique 24 horas num posto de serviço, contrariando até mesmo à legislação trabalhista em vigor”, esclareceu Lustoza.

Segundo a direção da Rocha Segurança e Vigilância Ltda, a empresa informa que possui hoje 1.076 vigilantes cadastrados no Sistema de Segurança e Vigilância Privada (SISEV), conforme revelam documentos da Polícia Federal.

Em relação aos valores citados na matéria, a Seduc esclarece que os mesmo estão abaixo da a tabela do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), órgão federal que regula os valores praticados em cada estados da Federação.

Diante das denúncias, a direção da empresa Rocha Segurança e Vigilância Ltda informou que já buscou reparos junto à Justiça, ao considerar que as informações são inverídicas.

Em relação às certidões negativas apresentadas pela Rocha Segurança e Vigilância Ltda, a direção alega que se encontra em dia junto à Receita Federal, INSS, FGTS, Prefeitura e Fisco Estadual, conforme mostram documentos apresentados pelos diretores.

O secretário Edinaldo Lustoza, por outro lado, informa ainda que, por intermédio da Procuradoria Geral do Estado (PGE), garante que vai ajuizar ação contra o denunciante, por entender que o mesmo falta com a verdade, ao caluniar, difamar e injuriar o trabalho sério, transparente e ético desenvolvido pela Seduc em benefício da educação rondoniense.

comentários

COMENTÁRIOS


Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook

publicidade
GERAL | matéria escrita em 03/03/2015 ás 17:38:00

Projeto Meninos do Vila ganha força em Rondônia

“O projeto é aberto e com o intuito de buscar talentos em Rondônia. Aqueles que fizeram foram aprovados”.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 03/03/2015 ás 17:28:00

MPRO participa de reunião no CNPG sobre criação de Comissão de Acompanhamento de Audiências de Custódia

O projeto “Audiência de Custódia” consiste na criação de uma estrutura multidisciplinar nos Tribunais de Justiça que receberá presos em flagrante para uma primeira análise sobre o cabimento e a necessidade de manutenção dessa prisão...

POLíTICA | matéria escrita em 03/03/2015 ás 17:18:00

Lideranças de Guajará apresentam reivindicações ao Dr. Neidson

Falta de estrutura no município leva vereadores a pedir a deputado que interceda junto ao Executivo.

POLíTICA | matéria escrita em 03/03/2015 ás 16:57:00

Pimentel deveria ser mágico e escrever um livro, “a arte de iludir”, porque a saúde continua caótica

Secretário que surgiu como “salvador” deixou Porto Velho sem UPAs e não consegue manter medicamentos básicos na rede de saúde.

GERAL | matéria escrita em 03/03/2015 ás 16:22:00

Audiência pública coordenada pelo MP resulta em compromisso por melhoria no fornecimento de energia em Machadinho

Mais de 700 pessoas compareceram à reunião, que também teve a presença de representantes da Ceron/Eletrobras, Caerd, Prefeitura Municipal, Câmara de Vereadores, Defensoria Pública, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e Polícia Militar.

POLíTICA | matéria escrita em 03/03/2015 ás 16:16:00

Relator da reforma política defende sistema misto para eleição de deputados

Pela proposta do relator, metade dos deputados seria eleita pelo sistema majoritário distrital (em que cada estado é dividido em distritos, e os candidatos com o maior número de votos em cada distrito são eleitos)...

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 03/03/2015 ás 16:09:00

Emeron inicia ano letivo com palestras sobre modernização e vocação

Durante o discurso, Jorge Luiz ressaltou que a demanda processual está muito acima das atividades operacionais da magistratura brasileira.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 03/03/2015 ás 16:07:00

Fazendeiro é absolvido de acidente em que trabalhador levou coice de vaca

O trabalhador descreveu que fraturou o braço esquerdo e ficou incapacitado para o trabalho de forma total e permanente quando, ao desamarrar as patas de uma vaca após a ordenha, foi atingido por um coice.

GERAL | matéria escrita em 03/03/2015 ás 16:05:00

Agentes de Saude de Pimenta Bueno trabalham em 100% com tablets

Pimenta Bueno, que utiliza mobilidade desde outubro de 2014, foi a primeira cidade do norte de Rondônia a utilizar as soluções móveis.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 03/03/2015 ás 16:01:00

Empregada será indenizada por participação obrigatória em rituais motivacionais

A auxiliar disse que os "rituais" aconteciam na reunião no início da jornada. Quando seu chefe achava que o rebolado não estava bom, mandava que ela repetisse até ficar satisfeito, o que a ridicularizava ainda mais perante os colegas.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 03/03/2015 ás 15:58:00

O que são os precatórios?

Os precatórios alimentares têm preferência sobre os comuns, com organização de fila por ordem cronológica a cada ano.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 03/03/2015 ás 15:57:00

OAB lança campanha em defesa do Exame de Ordem

Leia, abaixo, o texto da campanha pela manutenção do Exame de Ordem, elaborado pela diretoria nacional da OAB:

GERAL | matéria escrita em 03/03/2015 ás 15:49:00

Prefeitura vai entregar mais de 20 mil mudas de café aos produtores de Extrema

A recuperação das estradas rurais no Município, também sob a responsabilidade da Semagric, continua de forma intensa.

GERAL | matéria escrita em 03/03/2015 ás 15:47:00

Centro de Referência oferece atendimento multidisciplinar para mulheres vítimas de violência doméstica

Em busca de ações efetivas que promovam o fortalecimento dos direitos das mulheres, o Centro de Referência Municipal também participa da Rede de enfrentamento e atendimento à mulher vítima de violência.

GERAL | matéria escrita em 03/03/2015 ás 15:44:00

Prefeito Mauro Nazif vistoria obra de pavimentação no Alphaville

Os serviços estão concentrados na Décima Avenida, mas passará também pelas ruas Caju e Silvânia.

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2012 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com