/ GERAL /

00/00/0000 - 15h01min - Atualizado em 00/00/0000 - 15h01min

RONDÔNIA: SEDUC NEGA DESVIO DE RECURSOS DO FUNDEF

Seduc garante transparência com recursos do Fundef

O governo de Rondônia, por intermédio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), em face de denúncia publicada na mídia impressa, esclarece que não são verdadeiras as informações prestadas pelo senhor Domingos Borges da Silva, alegando que a Secretaria teria supostamente desviado recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento e Valorização do Magistério (Fundef), por meio de contrato firmado com a empresa Rocha Segurança e Vigilância Ltda.

De acordo com a LDB ( Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional), os valores empenhados pela Seduc para garantir a segurança das escolas da rede estadual, em contrato firmado com a empresa Rocha Segurança e Vigilância Ltda, encontra-se dentro do percentual estabelecido pelas normas da LDB, conforme mostram relatórios internos em poder da Seduc.

O secretário de Educação de Rondônia, professor Edinaldo da Silva Lustoza, diferente do que informou o denunciante, esclareceu que os números apresentados pelo veiculo de comunicação que deu espaço à “suposta denúncia” são contraditórios, afirmando que, a Rocha Segurança e Vigilância Ltda, atende a rede estadual de ensino com um total de 385 postos, conforme contrato n° 104/PGE/2006 celebrado entre a Seduc e a empresa Rocha Segurança e Vigilância Ltda.

Ainda sobre os postos atendidos pela empresa, Lustoza esclarece que “os postos de 24 horas equivale a um total de quatro vigilantes e o de 12 horas, correspondem a um total de dois vigilantes”, observou o secretário, lembrando que a denúncia confunde postos atendidos e números de vigilantes contratados pela empresa prestadora de serviços. “È impossível que um vigilante fique 24 horas num posto de serviço, contrariando até mesmo à legislação trabalhista em vigor”, esclareceu Lustoza.

Segundo a direção da Rocha Segurança e Vigilância Ltda, a empresa informa que possui hoje 1.076 vigilantes cadastrados no Sistema de Segurança e Vigilância Privada (SISEV), conforme revelam documentos da Polícia Federal.

Em relação aos valores citados na matéria, a Seduc esclarece que os mesmo estão abaixo da a tabela do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), órgão federal que regula os valores praticados em cada estados da Federação.

Diante das denúncias, a direção da empresa Rocha Segurança e Vigilância Ltda informou que já buscou reparos junto à Justiça, ao considerar que as informações são inverídicas.

Em relação às certidões negativas apresentadas pela Rocha Segurança e Vigilância Ltda, a direção alega que se encontra em dia junto à Receita Federal, INSS, FGTS, Prefeitura e Fisco Estadual, conforme mostram documentos apresentados pelos diretores.

O secretário Edinaldo Lustoza, por outro lado, informa ainda que, por intermédio da Procuradoria Geral do Estado (PGE), garante que vai ajuizar ação contra o denunciante, por entender que o mesmo falta com a verdade, ao caluniar, difamar e injuriar o trabalho sério, transparente e ético desenvolvido pela Seduc em benefício da educação rondoniense.

comentários
publicidade

COMENTÁRIOS


Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook

publicidade
GERAL | matéria escrita em 10/02/2016 ás 18:35:00

Dilma pede que igrejas mobilizem fiéis na luta contra o Aedes aegypti

A presidenta destacou que as lideranças religiosas possuem credibilidade para engajar os fiéis no combate ao inseto, evitando o acúmulo de água parada em casa.

GERAL | matéria escrita em 10/02/2016 ás 18:23:00

SINDSEF inicia pagamento da GEAD

Cumpre informar, que os processos dos demais substituídos, ainda, aguardam as liberações das requisições de pagamento – RPV, pelo Superior Tribunal de Justiça – STJ.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 10/02/2016 ás 17:54:00

OAB/RO consegue liminar para suspender portaria da Receita que viola sigilo dos contribuintes

... o dispositivo da Receita viola a Constituição Federal, por ser uma invasão da intimidade e da vida privada dos cidadãos.

GERAL | matéria escrita em 10/02/2016 ás 16:15:00

Atos de vandalismo atrasam operação de linhão para usinas do Madeira

Quinze torres de 40 metros de altura foram derrubadas.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 10/02/2016 ás 16:02:00

CNJ deve aprovar quatro resoluções para o novo CPC, prevê conselheiro

Entre os assuntos que deverão ser regulamentados pelo CNJ estão: penhora eletrônica; cadastro de peritos; comunicação de atos processuais eletrônicos e leilões.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 10/02/2016 ás 16:01:00

Prisão é exceção, não regra, defende catedrático que encerrará o 2° Fonape

Membro catedrático da Academia Brasileira de Direito Constitucional (ABDConst), Streck classificou como “extremamente relevante” o debate sobre a política de alternativas penais para o Poder Judiciário.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 10/02/2016 ás 15:59:00

Nova versão do sistema de peticionamento eletrônico reduz tempo para protocolar petições no STF

A última novidade é que o advogado pode acessar todas as suas petições e acompanhar outros processos de seu interesse através de apenas uma tela: seu painel de controle.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 10/02/2016 ás 15:58:00

Comissão de permanência pode ser cobrada no período de inadimplemento contratual

Esse entendimento do Superior Tribunal de Justiça (STJ) foi consolidado por meio da súmula 294.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 10/02/2016 ás 15:56:00

Princípio da insignificância não se aplica a contrabando de cigarros

Esse foi o entendimento adotado pela Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) no julgamento de recurso em habeas corpus no qual um homem, preso com 27 caixas de cigarros estrangeiros, pedia o trancamento da ação penal .

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 10/02/2016 ás 15:55:00

Cobrar juros antes da entrega das chaves de imóvel em construção não é abusivo

As diversas decisões da corte sobre esse tema foram disponibilizadas pela Pesquisa Pronta, ferramenta on-line do STJ criada para facilitar o trabalho de quem deseja conhecer o entendimento dos ministros em julgamentos semelhantes.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 10/02/2016 ás 15:53:00

Negócio jurídico frustrado não impede protesto de cheque

Salomão lembrou que o banco não poderia ser privado do direito de se resguardar em relação à prescrição para o ajuizamento da ação de execução, cujo prazo é interrompido com o protesto do título de crédito.

GERAL | matéria escrita em 10/02/2016 ás 15:50:00

...E eu fui à Banda...

Professor Nazareno*

POLíCIA | matéria escrita em 10/02/2016 ás 15:44:00

Reforço policial chega ao Vale do Jamari para combater crimes de pistolagem

Policiais civis já investigam, inclusive, uma possível ligação do grupo com o assassinato do fazendeiro Hiran Alves de Cristo, de 42 anos, na segunda-feira (8), na zona rural do município de Campo Novo de Rondônia.

GERAL | matéria escrita em 10/02/2016 ás 15:39:00

Prefeito Alex Testoni anuncia investimento de R$ 2,8 milhões na saúde de Ouro Preto

A prefeitura vai investir na aquisição de material permanente como veículos utilitários, mobiliários, informática, equipamentos para as unidades Básicas de Saúde (UBS), consumo, serviços e custeio.

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2012 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com